Alerta: Quando sua filha está na garupa da moto

Virgínia Martin - 26/04/2019 11h32

Pleno.News faz questão de marcar território com informação de verdade e ampla. Para isso, rastreia acontecimentos do cotidiano e de interesse da população. A mesma população que também se choca com o que recebe de notícias, nem sempre positivas. Ontem mesmo, noticiamos o triste episódio em que dois jovens morreram em um acidente de moto na cidade de São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Não foi um acidente qualquer. Foi um fato sintomático que aponta um hábito corriqueiro de tantos jovens pelas ruas da cidade. No vídeo gravado pelo celular da vítima, uma frase serve como sinal de alerta. A moça, na garupa do rapaz que corria de forma irresponsável e desenfreada, disse rindo e olhando para a câmera: “Se eu morrer, consolem a minha mãe”. Que péssimo pensamento para reproduzir.

O que muito pode ser visto no trânsito são rapazes pilotando perigosamente suas motos, carregando as filhas de tantas famílias. Isso me fez lembrar de uma ocasião em que fui testemunha de uma cena como esta. Quando a moto emparelhou com meu carro, não hesitei e falei de forma simpática para o motorista da moto: “Moço, lembre de que essa garota atrás de você tem mãe e família. Tenha cuidado com a filha dos outros quando dirigir desta maneira”.

A menina na garupa, ainda deslumbrada com as façanhas do garoto sobre duas rodas, me olhou intrigada e preocupada. Já o rapaz fez cara de deboche e virou o rosto. O sinal ficou verde. Seguiram no mesmo ritmo de disparada. Eu prossegui em meu caminho, mas na volta, passei pela mesma região e lá estava um resquício de movimentação na calçada. A mesma moto estava caída no chão. Claro que busquei informações e acabei sabendo que aqueles dois jovens estavam na ambulância do SAMU, após terem colidido com um ônibus. Estavam na contramão. Mas estavam vivos. Uma mãe, no entanto, ia sofrer com tamanha preocupação.

Quando Pleno.News publicou a notícia e o vídeo das vítimas do acidente de ontem, pensei nesta triste insistência de comportamento: gente que corre sobre a moto, carregando na garupa uma vida que não tem que ser extensão do erro de quem pilota. Imaginei uma #respeitesuagarupa, talvez como forma de gritar um alerta sobre este mal, que quase parece imperceptível, que quase ninguém se dá conta, mas… mata.

Com o Dia das Mães se aproximando, Pleno.News chama atenção para milhares de filhas. Sejam inocentes ou não, são valiosas para Deus e para suas famílias. E que elas nunca tenham que se filmar pedindo consolo para suas mães. E, muito menos, tenham que morrer.

Virgínia Martin é editora-chefe do Pleno.News. Formada em Jornalismo, com pós-graduação em Propaganda e Marketing, em Comunicação Empresarial e em Pedagogia, tem mestrado em Multimeios.

LEIA TAMBÉM+ Jovem morre pouco depois de pedir que consolem sua mãe
+ Bolsonaro "escapa" do hotel para dar uma volta de moto
+ O Deus dos impossíveis se importa com você


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo