Os desafios dos jogos no mês de agosto

Há jogos acontecendo pelo Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Libertadores e Copa Sul-Americana. O que vem por aí?

Sergio du Bocage - 26/07/2018 12h39

Santos x Flamengo, na Vila Belmiro, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro Fotos: Staff Images/Flamengo

Que o calendário do futebol brasileiro não é dos melhores, isso todo mundo já sabe. Mas se somarmos aos jogos do Campeonato Brasileiro à disputa da Copa do Brasil, da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana, tudo ao mesmo tempo e num ano de Copa do Mundo, não há como prever o melhor.

O mês de agosto já chegou e nele teremos o seguinte roteiro – cinco rodadas do Brasileirão, jogos de ida e volta das quartas de final da Copa do Brasil, das oitavas de final da Copa Libertadores e da segunda fase da Copa Sul-Americana. Em 31 dias alguns times vão fazer nove jogos.

Entre eles estão Flamengo, Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio, Corinthians e Santos, seis equipes que ocupam algumas das principais posições da Série A. Essas equipes disputam a Copa do Brasil e a Libertadores. A Chapecoense também está na Copa do Brasil. Na Sul-Americana, Vasco, Botafogo, Atlético-PR, São Paulo e Fluminense. O Bahia está nas duas copas, do Brasil e Sul-Americana.

Algumas equipes estão fora dessa maratona, com a vantagem de só jogarem o Brasileirão – nesse grupo, dos 15 primeiros colocados, encontramos Internacional, Atlético-MG e Sport.

As perguntas que ficam são: qual campeonato será priorizado a partir de agora? Vamos começar a ver jogos com times mistos? A maratona pode mudar o rumo do Brasileirão? Em setembro, o campeonato poderá estar muito diferente? Será que o campeão se define nos próximos 31 dias?

Respostas daqui a um mês.

Sergio du Bocage é carioca e jornalista esportivo desde 1982. Trabalhou no Jornal dos Sports, na TV Manchete e na Rádio Globo. É gerente de programas esportivos da TV Brasil e apresenta o programa “No Mundo da Bola”.