Leia também:
X Jesus, meu herói

Falange das mensageiras das Boas Novas

Léa Mendonça - 11/11/2018 20h43 | atualizado em 11/11/2018 21h03

“O Senhor deu a palavra, grande é a falange das mensageiras das boas-novas” (Sl 68:11).

Este é um Salmo profético que relata as vitórias do Senhor sobre seus inimigos, até mesmo sobre o Anticristo. O salmista nos apresenta o Senhor como o General de batalha, o Jeová Tsidkenu, o Senhor dos Exércitos que guerreia as nossas guerras.

Falange é um termo militar, e se refere a um dos pelotões de um exército, o “pelotão de Infantaria, formado por homens corajosos que não têm medo de morrer, nem receio de matar, quando o que está em questão é a defesa dos que vêm a sua retaguarda. Uma falange bem treinada significa uma defesa frontal indestrutível.

O Salmo diz que essa Falange é formada por mensageiras de Boas-novas. “Boas-Novas” aqui não se refere ao Evangelho de Jesus Cristo, porque este ainda era mistério não revelado. Também não se trata de um pelotão formado por mulheres que iam à guerra, porque mulheres não faziam parte do exército de Israel.

A falange da qual Davi se refere é “um grande grupo de mulheres que vinha à frente do Exército, ​cantando vitória. ​Cantar vitória depois que se pelejou e venceu é bíblico. Em Israel havia um pelotão feminino que acompanhava os reis e seus Exércitos triunfantes no retorno das guerras. Elas eram aquelas que os motivavam, que os estimulavam, e que vinham dançando pelo arraial, alegrando o povo e adorando a Deus ao som de seus tamborins.

Quem melhor que as mulheres para comporem esse pelotão? Não há ser mais alegre, festeiro, vivaz, e que mantém seus sentimentos prontos e disponíveis.

O Senhor providenciava as vitórias, e elas celebravam, atitude muito comum em Israel.

Quando Saul voltou vitorioso de uma de suas batalhas, lá estavam as mensageiras cantando: “Saul matou seus milhares, mas Davi, seus dez milhares” (1Sm 18:6-7).

Quando Davi trouxe a Arca do Senhor de volta para Jerusalém, vestido num éfode de linho, lá estavam as mensageiras cantando e dançando junto com o rei (2Sm 6:15-22).

Miriam e as mensageiras dançaram e cantaram ao som de seus tamborins depois de atravessarem o Mar Vermelho. (Ex 15:20-21)

Pelotão de Infantaria é o pelotão disposto a defender os que vêm a sua retaguarda. Assim somos nós, mulheres, chamadas pelo Senhor para proteger a nossa casa. Feliz é o lar de uma Mensageira das boas-novas.

Quem pode compor essa falange, senão pessoas de bem com a vida, gente alegre, feliz, bem resolvida, que mesmo não tendo ainda alcançado êxito em seus projetos, não vêem problema em elogiar o feito do outro? Trata-se de uma incumbência nobre que somente pessoas com emoções equilibradas podem executá-la.

“​Digo-vos estas coisas para que a vossa alegria seja completa.” (Jo 15:11); “O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” (Jo 10: 10); “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais, ele fará.” ​(Sl 37:5) ​“A alegria do Senhor é a nossa força.” ​(Ne 8:10) “Um coração alegre aformoseia o rosto.”​ (Pv 15:13a)

Se está faltando alegria no seu coração e motivos para sorrir, para incentivar pessoas, para celebrar ao Senhor, para ser um mensageiro de boas-novas, chame Jesus para conduzir sua vida. Não fique de fora dessa falange. Seja homem, mulher, jovem ou criança, “o Senhor já deu a palavra de vitória.” Alguém precisa celebrar.

 

Léa Mendonça é pastora da Igreja Batista Nova Jerusalém, no Rio de Janeiro; cantora e escritora.

Leia também1 A vilã da felicidade
2 Devocionais ajudam na comunhão com Deus
3 Vamos tomar um cafezinho com os anjos?

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.