CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Cantor que chamou Jesus de travesti apoia Haddad

Feliciano vai ao Conselho de Ética contra Cabo Daciolo

Deputado do Podemos entrou com uma representação após ser chamado de maçom

Henrique Gimenes - 09/10/2018 19h16 | atualizado em 09/10/2018 20h26

Marco Feliciano e Cabo Daciolo Foto: Arte/Pleno.News

Após ter sido acusado pelo deputado federal Cabo Daciolo (Patriota) de fazer parte da maçonaria, o também deputado federal Marco Feliciano entrou com uma representação contra o colega no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. No documento, protocolado nesta terça-feira (9), ele diz que sofreu graves injúrias e pede providências.

Daciolo fez uma transmissão pelo Facebook na noite desta segunda-feira (8) e acusou o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, e outros deputados, de serem maçons.

– Ele (Bolsonaro) está todo voltado com a maçonaria, que está no poder há muito tempo no nosso país, onde tem vários pastores maçons envolvidos. Eu até citei dois, Marco Feliciano e Silas Malafaia. Está repreendido em nome de Jesus – ressaltou.

Em sua representação, Marco Feliciano diz que, por ser evangélico, não pode fazer parte de nenhuma sociedade filosófica que não seja a igreja. O parlamentar nega ainda que pertença ou que conheça a Maçonaria.

Com o documento, Feliciano pretende instaurar um processo disciplinar.

Representação de Marco Feliciano Foto: Reprodução

Leia também1 FHC lamenta falta de união entre candidatos de centro
2 Temer diz que não existe caminho fora da Constituição

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo