Feliciano vai ao Conselho de Ética contra Cabo Daciolo

Deputado do Podemos entrou com uma representação após ser chamado de maçom

Pleno.News - 09/10/2018 19h16

Marco Feliciano e Cabo Daciolo Foto: Arte/Pleno.News

Após ter sido acusado pelo deputado federal Cabo Daciolo (Patriota) de fazer parte da maçonaria, o também deputado federal Marco Feliciano entrou com uma representação contra o colega no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. No documento, protocolado nesta terça-feira (9), ele diz que sofreu graves injúrias e pede providências.

Daciolo fez uma transmissão pelo Facebook na noite desta segunda-feira (8) e acusou o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, e outros deputados, de serem maçons.

– Ele (Bolsonaro) está todo voltado com a maçonaria, que está no poder há muito tempo no nosso país, onde tem vários pastores maçons envolvidos. Eu até citei dois, Marco Feliciano e Silas Malafaia. Está repreendido em nome de Jesus – ressaltou.

Em sua representação, Marco Feliciano diz que, por ser evangélico, não pode fazer parte de nenhuma sociedade filosófica que não seja a igreja. O parlamentar nega ainda que pertença ou que conheça a Maçonaria.

Com o documento, Feliciano pretende instaurar um processo disciplinar.

Representação de Marco Feliciano Foto: Reprodução

LEIA TAMBÉM+ FHC lamenta falta de união entre candidatos de centro
+ Temer diz que não existe caminho fora da Constituição

  • Adicione nosso número de WhatsApp: +55 (21) 97150-9158 e envie sugestões direto para a redação.