Leia também:
X Bolsonaro tem primeiro turno de 2022 melhor do que em 2018

Aras avalia investigar institutos de pesquisa por erros grosseiros

Informações são de aliados do presidente Jair Bolsonaro

Monique Mello - 03/10/2022 12h02 | atualizado em 03/10/2022 12h32

Procurador-geral da República, Augusto Aras Foto: EFE / Joédson Alves

O procurador-geral da República, Augusto Aras, deverá abrir uma investigação sobre os levantamentos dos institutos de pesquisa, após o resultado do primeiro turno das eleições deste domingo (2).

Segundo informações de Thais Arbex, da CNN, aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL) conversaram com a emissora sobre o que chamaram de “ampla investigação”, na qual o PGR irá “mergulhar a fundo”.

O intuito é apurar criminalmente a atuação desses institutos, que apontavam uma diferença de mais de dez pontos entre Lula e Bolsonaro, com cenários de até mesmo de vitória do petista no primeiro turno.

As empresas, por sua vez, dizem também que as pesquisas se tratam de puro “diagnósticos” e não “prognósticos”. O argumento é de que, ainda que tenham errado a diferença entre Lula e Bolsonaro, eles “acertaram as tendências”.

Leia também1 Ipec e Datafolha erram por mais de 10 pontos em pesquisas
2 Eleição 2022 trouxe o Congresso mais conservador da história
3 Eduardo Bolsonaro quer CPI contra institutos de pesquisa
4 Bolsonaro vence em 16 capitais no 1° turno; Lula lidera em 11
5 Presidente Jair Bolsonaro elege 9 governadores e Lula apenas 5

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.