Leia também:
X Alvorada: Lula cogita compras sem licitação para reforma

Pesquisa: 41,6% desaprovam o desempenho do presidente Lula

Entre os eleitores homens, a popularidade do petista cai ainda mais: 45,6% desaprovam

Marcos Melo - 12/01/2023 15h12 | atualizado em 12/01/2023 17h10

Lula Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Uma pesquisa produzida pela AtlasIntel e divulgada nesta quarta-feira (11) aponta que 51,1% dos entrevistados aprovam o desempenho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
Os que estão descontentes com a condução do petista são 41,6% e 7,4% não souberam opinar.

No público masculino, 47,6% aprovam, 45,6% desaprovam e 6,6% não souberam responder. Entre as mulheres, a popularidade do chefe do Executivo está melhor: 53,8% aprovam, 38,2% desaprovam e 8% não souberam opinar.

Quanto à avaliação própria do governo, 41,3% acham ótimo ou bom, 38,4% entendem como ruim ou péssimo, 14,3% regular e 6% não souberam opinar.

Outro viés que a pesquisa abordou foi a opinião do eleitor acerca da expectativa para o terceiro mandato de Lula comparado com a gestão de Jair Bolsonaro (PL).

Para 53,7% o novo governo será melhor, mas para 41,9% a gestão do petista deve ser pior, enquanto para 4,4% os governos devem ser equivalentes.

Os pontos fortes que o eleitor enxerga quanto ao governo de Lula são Relações Internacionais, Meio Ambiente, Educação e Moradia.

A expectativa de fracasso na administração petista, na visão dos participantes, se dá nas áreas do Combate à Corrupção e Funcionamento das Forças Armadas.

METODOLOGIA
A pesquisa ocorreu entre os dias 10 e 11 de janeiro de 2023 e 2,2 mil pessoas foram ouvidas de todas as regiões.

A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.

– Os entrevistados são recrutados organicamente durante a navegação de rotina na web em territórios geolocalizados em qualquer dispositivo (smartphones, tablets, laptops ou PCs) – esclareceu a AtlasIntel.

O perfil dos participantes também é variado, para alcançar diferentes pontos de vista e garantir a pluralidade de análises.

– Para garantir a representatividade em nível nacional, as amostras da Atlas Intel são pós-estratificadas usando um algoritmo iterativo em um conjunto mínimo de variáveis de destino: sexo, faixa etária, nível educacional, nível de renda, região e comportamento eleitoral anterior. As amostras resultantes do processo de pós-estratificação se assemelham ao perfil da população adulta do Brasil; inclusive, da população que possui um acesso mais limitado à tecnologia – explicou.

Leia também1 Alvorada: Lula cogita compras sem licitação para reforma
2 Eduardo Bolsonaro ironiza falta de ilegalidade nos sigilos
3 Jair Bolsonaro gastou menos que Lula com cartão corporativo
4 Lula: "Forças Armadas não são poder moderador como acham"
5 Lula cogita desistir de aumento adicional no salário mínimo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.