Leia também:
X Bolsonaro rejeita ajuda de Biden: “O Brasil não aceita subornos”

Juiz William Douglas fala sobre carreira e possível ida ao STF

Magistrado do Rio de Janeiro é cristão, acadêmico, escritor de best sellers e pregador

Pleno.News - 30/09/2020 15h13

Juiz federal William Douglas tem carreira extensa no Direito, é escritor e palestrante Foto: Reprodução

William Douglas Resinente dos Santos é juiz federal da 4ª Vara Federal de Niterói, no Rio de Janeiro, sendo o mais antigo do TRF2. É professor universitário e acadêmico em Direito. Além de ser bacharel, ele também possui pós-graduação em Políticas Públicas e Governo e mestrado em Estado e Cidadania.

Já exerceu as atividades de advogado, delegado de polícia e defensor público. Por sua vasta atuação no Direito, no setor público e por sua fé cristã é um dos nomes possíveis para assumir uma vaga no STF, prometida pelo presidente Jair Bolsonaro a alguém “terrivelmente evangélico”.

Em entrevista especial ao Pleno.News, o magistrado falou mais sobre sua carreira no Poder Judiciário e também como vê as críticas ao Supremo Tribunal Federal.

Dr. William, o senhor é juiz federal, professor, escritor e pregador. Como concilia todas essas atividades?
Gosto muito de cada uma delas e em todas tenho pessoas ou equipes extremamente motivadas e competentes. Isso facilita muito! Sei que em cada uma preciso manter um algo grau de qualidade, mas ao longo das décadas aprendi uma série de princípios que me ajudam muito neste desafio.

Sua atuação a favor da inclusão social e racial chegou a ser premiada. Como começou a se envolver nessa causa?
As razões são cristãs. Jesus manda tratar o próximo como gostaríamos de ser tratados. É uma aplicação disto.

O Poder Judiciário é alvo de ondas de críticas por causa de parcialidade, demora, burocracia. Elas têm fundamento? A responsabilidade é de magistrados?
Algumas sim, outras não. Não vejo parcialidade como um problema senão pontual e raro. Já a demora e a burocracia são problemas reais, mas parte delas só pode ser resolvida com a mudança das leis processuais e com uma mudança de mentalidade das pessoas. É preciso investir mais em conciliação, mediação e em outras formas de resolução dos conflitos. Críticas são parte natural da democracia e acontecem em relação aos Três Poderes. Cada um deve ouvi-las, filtrar o que é pertinente e aproveitar a chance de melhorar seu desempenho.

E como vê a possibilidade de seu nome ser avaliado para uma vaga no STF? Aceitaria o convite?
Não fui sondado. Fico grato pelas manifestações de apoio e confiança, mas a indicação é atribuição exclusiva do presidente.

CONHEÇA MAIS
William Douglas também é escritor e já escreveu mais de 50 livros, com mais de 1,2 milhão de cópias vendidas. Entre eles estão os best sellers As 25 Leis Bíblicas do Sucesso, Como Passar em Provas e Concursos e Os 10 Mandamentos para Uma Vida Melhor.

O juiz já recebeu diversos prêmios por suas contribuições à sociedade, sendo quatro medalhas militares, três prêmios pelo trabalho de inclusão social e racial e várias medalhas civis. É um dos autores da proposta de criação dos Juizados Especiais Federais, de 1994.

Juiz federal William Douglas é cristão e um dos cotados para o STF Foto: Divulgação

Entre seus trabalhos com preocupação social mais emblemáticos estão a Missão Vida, que recupera pessoas em situação de rua; a Educafro, pela inclusão racial e social; o Coletivo Justiça Negra Luiz Gama e o Projeto Cristolândia, da CBB, do qual foi coordenador de empreendedorismo.

Leia também1 Confira quem são os cristãos que podem ser nomeados para o STF
2 Juiz William Douglas defende reabrir igrejas: "É direito civil"
3 Conheça os mais cotados por Bolsonaro para a vaga no STF
4 PGR pede ao STF fim de salários vitalícios para ex-governadores
5 Damares descarta cargo no STF: "Quero trabalhar pelas crianças"

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.