Repórter da Época se passa por gay para prejudicar Bolsonaro

Jornalista fingiu que era paciente da nora do presidente para fazer reportagem

Pleno.News - 13/09/2019 11h49

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, usou suas redes sociais na manhã desta sexta-feira (13) para criticar um jornalista da revista Época que se passou por homossexual e fez consultas com Heloísa Bolsonaro, nora do mandatário, que é psicóloga e faz sessões de coaching.

– Imprensa sem limites. Sem se identificar, o jornalista João Paulo Saconi, da revista Época (grupo Globo), se passou por gay e fez 5 sessões com minha nora Heloísa (psicóloga, esposa do Eduardo) e gravou tudo. Assuntos sugeridos por ele nas sessões, como religião e política, tomaram grande parte das sessões. A conversa que deveria ficar apenas entre os dois, por questão de ética, agora vem a público – escreveu o mandatário em suas redes sociais.

Saconi se fingiu de paciente e fez sessões com Heloísa. Além de fingir que era homossexual, para tentar colher alguma declaração polêmica, ele conversou com a psicóloga sobre política e religião em busca de frases fortes.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) já havia se manifestado nesta manhã sobre a reportagem e a classificou de “mentirosa” e chamou a atitude do jornalista de “falta de caráter”.

LEIA TAMBÉM+ 'Me senti violada', diz nora de Bolsonaro sobre reportagem
+ Eduardo acusa Globo de usar sua esposa para atacá-lo
+ Bolsonaro retira sonda e volta a receber alimentação líquida


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo