Leia também:
X Ricardo Barros será o novo líder do governo na Câmara

Atriz da Globo é detonada ao sugerir ‘eliminar’ Bolsonaro

Leandra Leal pediu desculpas após críticas

Gabriela Doria - 12/08/2020 18h48 | atualizado em 12/08/2020 18h53

Leandra Leal precisou se desculpar após tuíte Foto: Divulgação

A atriz Leandra Leal sofreu uma série de críticas depois de sugerir, em uma “enquete”, a “eliminação” do presidente Jair Bolsonaro. Em um tuíte, a global citou problemas sérios, como o racismo, o desmatamento e a Covid-19, e incluiu Bolsonaro na lista como uma das opções dos “males” que poderiam ser extintos.

– Você só pode eliminar 1. Qual seria? – escreveu Leandra.

No post há uma montagem há imagens de Bolsonaro, de uma floresta destruída, do vírus da Covid-19 e do policial que matou George Floyd.

A atriz foi alvo de inúmeros comentários de repúdio, incluindo de estudiosos sobre o tema. Uma pessoa disse que era “ridículo” comparar o governo Bolsonaro com as outras opções.

Leandra Leal publicou brincadeira ofensiva contra Bolsonaro Foto: Reprodução

O professor e ativista negro Tarcízio Silva chegou a comparar Leandra à Luana Piovani, conhecida por seus posicionamentos antiesquerda.

– Caramba, achei que era da Luana Piovani esse tweet. Vocês vão me fazer odiar O Homem que Copiava – disse Tarcízio, citando um filme em que Leandra atuou ao lado de Lázaro Ramos.

A blogueira Andreza Salgado classificou a “brincadeira” de Leandra como um “tipo de humor péssimo”.

– Que tipo de humor péssimo é esse? Imagina ter que ficar lidando com esse tipo de brincadeira sem graça com uma parada tão séria que é o racismo estrutural. A cada 23 minutos um jovem negro morre, isso não é brincadeira – tuitou.

Diante da rejeição nas redes, a artista foi obrigada a apagar o tuíte e pedir desculpas. A atriz ainda tentou explicar o que queria dizer com publicação.

– O post anterior era uma crítica: o racismo estrutural foi um dos fatores que levou à eleição do atual governo, que por sua vez não conseguiu controlar a Covid e estimula o desmatamento. Todos são problemas seríssimos; não devem ser comparados e todos devem ser combatidos. Eu busco combater todos, inclusive em mim. A dor de quem sofre um desses problemas não é uma coisa que se possa medir. Foi um post extremamente equivocado e não deveria ter postado, por isso apaguei. Sinceramente, me desculpo e prometo tentar não errar outras vezes – afirmou.

Leia também1 Fim da mamata! Bolsonaro corta 60% da verba da Globo
2 Jornal Nacional perde mais de 700 mil telespectadores
3 Ex-ator da Rede Globo detona reprise de Fina Estampa
4 Jornalista apoia Bolsonaro e detona governos na pandemia
5 Bolsonaro detona a Globo por "festejar" 100 mil mortes

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.