Leia também:
X Justiça condena André do Rap a pagar multa de R$ 2,4 milhões

Reforma mantém aposentadoria integral aos policiais

PEC da reforma administrativa seguirá para o plenário da Câmara

Monique Mello - 24/09/2021 18h00 | atualizado em 24/09/2021 18h33

Policiais de São Paulo Foto: Divulgação/PMESP

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 32/2020, sobre a reforma administrativa, foi aprovada nesta quinta-feira (23), na comissão especial da Câmara. O texto revê parte das normas restritivas impostas pela Reforma da Previdência aos policiais e estipula aposentadoria integral para a categoria.

O parecer é de autoria do deputado Arthur Maia (DEM-BA). O texto prevê a aposentadoria integral para os policiais submetidos à administração da União, o que inclui policiais legislativos, distritais, rodoviários federais e ferroviários federais. Agentes penitenciários e socioeducativos também são contemplados com os mesmos reajustes garantidos aos ativos que tenham ingressado na carreira até novembro de 2019.

A possibilidade de cônjuges ou companheiros receberem pensão por morte também foi ampliada, se o profissional morrer em serviço.

Em 13 de setembro, Arthur Maia esteve com o ministro da Justiça Anderson Torres, acompanhado do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e um dos temas do encontro foi, justamente, a inclusão desses temas na reforma administrativa.

A matéria deve ser analisada na próxima semana no plenário da Câmara. Serão necessários 308 votos favoráveis para ser chancelado, em dois turnos de votação. Caso seja aprovada, a matéria segue para a análise do Senado federal.

 

Leia também1 Delegado fará delação premiada caso seja preso: "Sei tanta coisa"
2 SP: Polícia faz operação contra o tráfico de drogas na Cracolândia
3 'Crítica a Moraes' em clube de SP vira inquérito sigiloso da polícia
4 Clube Militar do RJ consegue derrubar passaporte da vacina
5 Tribunal condena mulher a 18 anos de prisão por feminicídio

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.