Leia também:
X Presidente da CPI da Covid, Aziz teve seu passaporte apreendido

Randolfe usou dinheiro público para ir a ato político no Amapá

Senador gastou R$ 8,9 mil da cota parlamentar para fretar um avião particular

Pleno.News - 17/06/2021 16h51 | atualizado em 17/06/2021 22h25

Randolfe confirma possibilidade de novo depoimento de Queiroga
Senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da CPI da Covid Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Em maio, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) utilizou dinheiro público para fretar um avião particular e ir participar de um evento político no Amapá. No total, ele utilizou R$ 8,9 mil de sua cota parlamentar e apresentou a nota fiscal ao Senado pedindo um ressarcimento.

Os dados constam em um levantamento realizado pelo site O Antagonista.

Ao ser questionado sobre o gasto, Randolfe informou que a aeronave foi utilizada para fazer Macapá e Laranjal do Jari. Ele participou de um ato político no dia 8 e alegou ao veículo que as “as estradas no estado não são muito boas”.

– Eu costumo fazer essas viagens de carro, mas optamos em ir de avião daquela vez, porque eu precisava voltar para Brasília, para a CPI – explicou.

Sobre o evento, o senador disse que foi a Laranjal do Jari aacompanhado do deputado Camilo Capiberibe (PSB). No local, houve a entrega de cestas básicas e a inauguração de obras.

A cota parlamentar é um benefício destinado a senadores e deputados e tem por objetivo custear “despesas típicas do exercício do mandato parlamentar, como aluguel de escritório de apoio ao mandato no estado, passagens aéreas, alimentação, aluguel de carro, combustível, entre outras”, de acordo com a assessoria da Câmara.

Leia também1 Randolfe atribui antecipação de vacinas à 'pressão' da CPI
2 CPI marca depoimentos de Filipe Martins e de Osmar Terra
3 CPI da Covid fará sessão secreta com ex-governador Witzel
4 Witzel promete revelar 'fato gravíssimo' em sessão sigilosa
5 Assista! CPI ouve Wilson Witzel, ex-governador do Rio de Janeiro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.