Leia também:
X Sergio Moro declara voto em Marinho e cita oposição ao PT

Idosa é amarrada e torturada até a morte por 6 assaltantes

Caso aconteceu em São Paulo

Pleno.News - 31/01/2023 14h19 | atualizado em 31/01/2023 14h42

Idosa é amarrada e torturada até a morte por 6 assaltantes Foto: Reprodução/ Band

Uma idosa de 84 anos foi amarrada e torturada até a morte após seis criminosos invadirem sua casa, no Bairro Sacomã, na Zona Sul de São Paulo. O caso ocorreu na madrugada de segunda-feira (30). Os assaltantes fugiram levando eletrodomésticos, segundo a informação de parentes.

Uma viatura da Polícia Militar que fazia rondas no bairro chegou a abordar um dos suspeitos, mas ele foi liberado, já que os policiais não sabiam do roubo.

Até o início da tarde desta terça (31) ninguém tinha sido preso.

A idosa morava sozinha em uma casa dos fundos da Rua Padre Luiz da Grã; na casa da frente residem outros parentes da vítima. Imagens de câmeras instaladas em um comércio próximo registraram quando os criminosos chegaram em dois carros. Dois deles arrombaram o portão e todos invadiram o local. Quase uma hora depois, eles saíram e carregaram o carro com alguns objetos, entre eles um televisor e um aspirador de pó.

Familiares da vítima que moram na casa da frente chegaram a ouvir barulho, mas só foram verificar depois que os assaltantes saíram. Eles encontraram a idosa caída, com os braços e pernas amarrados com gravatas. A mulher tinha hematomas nos olhos e um ferimento na boca. Os familiares acionaram a PM e pediram socorro. A idosa foi levada para o Hospital do Ipiranga, mas não resistiu. Segundo a polícia, ela sofreu um infarto e um acidente vascular cerebral (AVC) em decorrência do espancamento.

No momento em que os bandidos ainda estavam na casa, uma viatura da PM passou pela rua. Os policiais pararam e abordaram um dos suspeitos que dava cobertura ao bando. Sem perceber que acontecia um assalto, os PMs liberaram o homem. Os criminosos subiram nos carros e fugiram.

Um dos veículos usados no assalto, uma SUV de cor clara, foi identificado. O dono do automóvel disse à polícia que o carro é usado há meses pelo filho, que já não mora com a família. A polícia procura o suspeito.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), o caso foi registrado como latrocínio no 26º Distrito Policial (Sacomã) e está sendo investigado pelo Corpo Especial de Repressão ao Crime Organizado (Cerco) Sul. A equipe da unidade realiza diligências visando à identificação e prisão dos envolvidos no crime.

*AE

Leia também1 Jogador sobrevive após ônibus cair de altura de 10 metros
2 Casal faz contrato com multa de R$ 180 mil em caso de traição
3 Homem mata a ex e dispara na própria perna para fingir assalto
4 PM mata soldado do Exército que fez xixi em seu carro
5 Pai de aluna morta após estupro afirma: “Cheia de hematoma”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.