Leia também:
X Pai esquece que deixou filha na casa da tia e denuncia sequestro

Delegado sobre chacina no MT: ‘Agem como se fossem valentões’

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil

Priscilla Brito - 23/02/2023 13h48 | atualizado em 23/02/2023 15h03

Chacina em Sinop, Mato Grosso Foto: Reprodução/Vídeo Redes Sociais

O delegado Braulio Junqueira, que investiga o caso da chacina que acabou deixando sete mortos no Bruno Snooker Bar da cidade de Sinop, em Mato Grosso, afirmou que um dos autores dos disparos, identificado como Edgar Ricardo de Oliveira, foi até o local já com a intenção de cometer o crime. O assassinato simultâneo, motivado pela perda de uma aposta no valor de R$ 4 mil, em um jogo de sinuca, aconteceu na última terça-feira (21).

– Não consigo entender o que levou [o autor do disparo e o comparsa] a fazer o que fizeram. Matar daquela forma? Não tem explicação. Se quisessem só recuperar o dinheiro, bastava render as pessoas no bar. Pelo que se vê nas filmagens, dá para perceber que os caras são frios demais – observou o delegado.

De acordo com o delegado Junqueira, Edgar Ricardo de Oliveira “perdeu e convidou [uma das vítimas] para jogar sinuca em outro bar”. Desta vez, acompanhado de Ezequias Souza Ribeiro, Oliveira decidiu “continuar o jogo” e estava “predisposto a cometer o crime”.

– Dá para perceber que eles agem como se fossem valentões – acrescentou.

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil. As informações são do UOL.

O QUE ACONTECEU COM EZEQUIAS?
Apontado como um dos autores da chacina, Ezequias, de 27 anos, foi morto, nesta quarta-feira (22), durante um confronto com forças policiais em uma área de mata próximo ao aeroporto da cidade. O assassino chegou a ser socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

ONDE ESTÁ EDGAR?
Nesta quinta-feira (23), Edgar Ricardo de Oliveira se entregou à Polícia Civil. O advogado do assassino, Marcos Vinicius Borges disse que seu cliente está arrependido.

– Ele está arrependido, não é, mas não entrei nesse mérito com ele. Mas é visível o estado que ele conversa e sem dúvida ele está bem arrependido – afirmou o advogado logo após a prisão.

Leia também1 Assassino envolvido em chacina em Sinop se entrega à polícia
2 Filho de vítima de chacina diz que pai só assistia: “Nada a ver”
3 Autor de chacina em MT morre em confronto com a polícia
4 Homem atira e mata jornalista que cobria homicídio nos EUA
5 Veja quem são as vítimas de chacina por aposta de sinuca

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.