Leia também:
X Jair Bolsonaro afirma que dorme com arma ao lado da cama

Capital paulista já possui alta na circulação da variante Delta

Origem da transmissão já não é mais rastreável

Pierre Borges - 20/07/2021 15h16 | atualizado em 20/07/2021 15h28

Ao menos dois pacientes estão internados com a variante Delta Foto: Freepik

A Prefeitura de São Paulo confirmou, nesta terça-feira (20), oito novos casos da variante Delta no município. O anúncio foi feito após uma análise que contou com 60 amostras de testes positivos para o coronavírus em três bairros da capital.

A variante foi encontrada em quatro amostras coletadas nos bairros da Mooca, do Belenzinho e de Aricanduva, Zona Leste de São Paulo. Outros dois registros da variante foram encontrados no bairro de Vila Guilherme, na Zona Norte, e dois pacientes internados também apresentaram amostras positivas para a Delta.

O secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, disse que o município irá “seguir medidas de rastreamento em todos esses casos, para constatar se os pacientes tiveram contato com viajantes”.

A capital registrou o primeiro caso da variante Delta na semana passada. O paciente é um homem de 45 anos sem histórico de viagens ou contato com viajantes. A Prefeitura chegou a rastrear cerca de 30 pessoas que tiveram contato com o paciente. Entretanto, nenhum deles teve contato com viajantes de países onde a variante foi registrada, tornando impossível rastrear a origem da transmissão.

Leia também1 Funcionário vacinado da Casa Branca testa positivo para Covid
2 Pandemia deve afetar empregos e salários no Brasil por 9 anos
3 Padre solta o verbo em missa: "Esquerdistas são anticristãos!"
4 Creches em SP vão receber 60% dos alunos a partir de agosto
5 Kassio Nunes vai relatar no STF ação contra aumento do 'fundão'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.