Leia também:
X Padre solta o verbo em missa: “Esquerdistas são anticristãos!”

Creches em SP vão receber 60% dos alunos a partir de agosto

Medida vale para as unidades municipais

Pleno.News - 20/07/2021 15h13 | atualizado em 20/07/2021 15h20

Creches vão receber 60% das crianças a partir de agosto Foto: Carlos Mendonça/Prefeitura de Juiz de Fora

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta terça-feira (20), que as creches vão receber 60% das crianças a partir de agosto. Até agora, o limite era de 35%. As demais escolas da rede podem atender à totalidade dos alunos, mas parte das unidades deve continuar com revezamento de estudantes para garantir o distanciamento mínimo de um metro entre eles.

As novidades foram anunciadas pelo secretário municipal da Educação, Fernando Padula. Neste mês, o governo estadual liberou as escolas para atenderem 100% dos alunos, de acordo com a capacidade física. A Prefeitura, porém, manteve o limite de 35% no mês de julho.

Agora, com as mudanças anunciadas por Padula, as creches municipais, que atendem crianças de 0 a 3 anos, poderão receber 60% dos estudantes e não haverá rodízio entre eles. Já as escolas que atendem crianças acima de 4 anos poderão receber todos os alunos matriculados, desde que respeitado o distanciamento de um metro.

Se a escola não tiver capacidade física de atender 100% dos alunos matriculados, deve fazer o rodízio dos estudantes, em dois grupos. Nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEI), a jornada será reduzida em meia hora, para organização e limpeza, no começo ou fim do turno. O secretário ressaltou que a presença de alunos em sala de aula continua opcional e que os protocolos sanitários, como uso de máscaras, devem ser mantidos

As aulas remotas levaram a uma queda na aprendizagem dos estudantes, segundo a Prefeitura. No ano passado, 30% dos alunos da rede municipal não entregaram atividades ou entregaram muito poucas tarefas. Uma avaliação diagnóstica realizada com os alunos indicou que parte dos estudantes classificados com nível de aprendizagem básico teve queda na proficiência, enquanto alunos abaixo do básico permaneceram nessa faixa.

*AE

Leia também1 Mais de 13 milhões de doses da Pfizer devem chegar ao Brasil
2 Grupo quer ir à Justiça contra estátua da Havan no Maranhão
3 VÍDEO: Empresário humilha motoboy em shopping do DF
4 Representantes da ONU fazem vistoria em unidade da Marinha
5 Menina de 7 anos denuncia avô por abuso após ver reportagem

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.