Leia também:
X WhatsApp bloqueia contas do PT por cometer spam político

Cauê Moura se desculpa com Malafaia após acordo judicial

Vídeo foi resultado de condenação sofrida pelo youtuber após ofensas ao pastor em 2017

Paulo Moura - 07/07/2020 14h09

Cauê Moura e Silas Malafaia Foto: Reprodução

O youtuber Cauê Moura pediu desculpas públicas ao pastor Silas Malafaia, na última quinta-feira (2), depois de ser condenado em um processo na Justiça por injúria movido pelo líder religioso em 2017. A retratação foi feita através de um vídeo divulgado em seu canal no YouTube.

– Ao longo desses anos, me envolvi em uma série de polêmicas relacionadas a religião. Não é novidade para você, que me acompanha, que já fui intolerante e passei da linha algumas vezes falando sobre igreja, pastores e tudo mais – disse Cauê.

O vídeo que motivou a condenação do youtuber foi publicado pelo canal de Cauê Moura em 2017, com o título “O Homem Que Faliu a Disney”. Na ocasião, Moura acusou Malafaia de crimes, como lavagem de dinheiro, e chegou até a xingar o pastor durante a gravação.

– Também usei palavras de baixo calão que me arrependo. Falei para ele procurar uma rola, um monte de coisas, enfim. Quero pedir desculpas pelas frases que eu falei nesse vídeo – prosseguiu.

Na época, o pastor Silas Malafaia havia proposto um boicote à Disney em suas redes sociais por conta de cenas de beijo gay em animações do estúdio e foi alvo de críticas de youtubers, como o próprio Cauê e Felipe Neto.

– Me arrependo de ter falado essas coisas. Já faz um tempo que tenho tentado praticar um pouco mais de tolerância e eu espero que isso tenha ficado claro para todos vocês – completou.

Leia também1 Malafaia ironiza recusa de Feder ao MEC: "Foi descartado"
2 Ala evangélica rejeita nome de Renato Feder para o MEC
3 Malafaia se posiciona contra PL das Fake News: "Absurdo"
4 STF jogou a liberdade de expressão no lixo, diz Malafaia
5 Pr. Silas Malafaia acusa Fachin de perseguição religiosa

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.