Leia também:
X Brasil supera EUA em percentual de vacinação contra Covid-19

Coquetel da AstraZeneca tem 83% de proteção contra a Covid

Medicamento também reduz o risco de agravamento da doença em 88%

Pierre Borges - 18/11/2021 12h38 | atualizado em 18/11/2021 12h55

Prédio da companhia farmacêutica AstraZeneca Foto: EFE/EPA/Dan Himbrechts

A AstraZeneca anunciou nesta quinta-feira (18) que o coquetel AZD7442, em desenvolvimento pelo laboratório, oferece 83% de proteção contra a Covid-19 por seis meses. O medicamento utiliza anticorpos monoclonais, ou seja, anticorpos desenvolvidos em laboratórios.

De acordo com o estudo da farmacêutica, o medicamento injetável foi capaz de reduzir o risco de agravamento da doença em 88%, quando administrado em pacientes com Covid-19, em estado leve ou moderado, nos três dias após os primeiros sintomas.

A tecnologia de anticorpos monoclonais já é utilizada no tratamento de câncer e de outras doenças autoimunes. O AZD7442 foi criado para pessoas com comorbidades e que não respondem bem bem às vacinas. De acordo com a AstraZeneca, o tratamento é em uma só vez, com duas doses seguidas no braço.

Como publicado pelo Pleno.News, em outubro, outro estudo sobre o mesmo medicamento apontou que ele foi capaz de reduzir em 50% o risco de morte e de desenvolvimento de quadros graves da doença em pacientes sintomáticos não hospitalizados.

Leia também1 Medicamento da AstraZeneca pode reduzir mortes por Covid
2 PF e CGU investigam desvio de recursos em obras contra a seca
3 Presidente do PL planeja reunião com Bolsonaro nesta sexta-feira
4 CEO da Fox News acusa Google e Facebook de calar conservadores
5 Ativista cubano pede fim da romantização da ilha: 'Ditadura'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.