Leia também:
X Biden deporta brasileiros em massa, que relatam humilhações

Bolsonaro autoriza aumento de cerca de 33% para professores

Presidente destacou que vai reajustar o valor no "máximo que a lei permite"

Pleno.News - 27/01/2022 08h44 | atualizado em 27/01/2022 09h13

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Clauber Cleber Caetano

O presidente Jair Bolsonaro afirmou a apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada, na noite desta quarta-feira (26), que vai “seguir a lei” que pode levar a um reajuste salarial de 33% para professores de todo o país, pagos por estados e municípios.

Pela Lei do Magistério, o reajuste de professores é atrelado ao chamado valor por aluno, do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), definido pelo Ministério da Educação. Pela variação da inflação nos últimos dois anos, o reajuste do valor por aluno deve ser de 33% em 2022.

– Vou seguir a lei. Governadores não querem 33%. Eu vou dar o máximo que a lei permite, que é próximo disso – disse Bolsonaro

O embate citado por Bolsonaro com os gestores estaduais ocorre em razão do fato de que governadores e prefeitos pressionam o governo federal a tentar modificar a lei e o cálculo do reajuste, como forma de evitar o reajuste dos professores e minimizar o impacto nos cofres de estados e municípios.

*Com informações AE

Leia também1 Aos 56 anos, morre a pastora e cantora Ludmila Ferber
2 Amigos destacam garra e legado deixados por Ludmila Ferber
3 Fernanda Brum lamenta morte de Ludmila Ferber: "Saudade"
4 Cristã, Karina Bacchi revela 'nojo' por seu ensaio da Playboy
5 Covid: Anvisa irá reavaliar uso de autotestes nesta sexta-feira

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.