Leia também:
X Oposição na Argentina ataca Bolsonaro e defende Lula

Réus do caso Daniel começam a ser ouvidos pela Justiça

Família Brittes é acusada de assassinar jogador por motivo torpe

Camille Dornelles - 13/08/2019 10h23

Família Brittes é acusada de ter matado o jogador por motivo torpe Foto: Reprodução/ Rede Globo

Nesta terça-feira (13), os réus acusados de participar do assassinato do jogador Daniel Correia Freitas serão ouvidos pela Justiça. Essa é a terceira fase das audiências do processo.

Edison Brittes Junior, que confessou ter matado o futebolista, será o primeiro a depor. Sua esposa, Cristiana Brittes, e a filha Allana também serão interrogadas. Além dos três outras quatro pessoas são acusadas de participarem do crime.

Os interrogatórios acontecem no Fórum de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

RELEMBRE O CASO
Daniel foi assassinado em 27 de outubro de 2018. Edson confessou o crime, alegando que o ex-jogador tentou estuprar sua mulher, Cristiana Brittes, durante uma festa. Daniel foi encontrado em uma região de mata de São José dos Pinhais com sinais de tortura.

Investigadores constataram que a causa da morte foi degola parcial do jogador ocorrida fora da residência. Segundo o Ministério Público, não houve tentativa de abuso sexual.

Leia também1 Caso Daniel: Allana Brittes deixa penitenciária no Paraná
2 Veja 7 criminosos famosos que estão presos em Tremembé
3 No Caso Daniel, STJ concede liberdade para Allana Brittes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.