Leia também:
X Pai tortura e mata bebê de 1 ano e 9 meses por causa de choro

Militantes são presos com arma branca e rojões em ato em SP

Material apreendido tem forte potencial lesivo e já provocou até morte em outras manifestações

Pleno.News - 25/07/2021 11h20 | atualizado em 25/07/2021 11h52

Material apreendido com manifestantes em protesto contra Jair Bolsonaro Foto: Reprodução

Cinco manifestantes que portavam materiais proibidos durante as manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro, neste sábado (24), em São Paulo, foram presos pela Polícia Militar. Entre os objetos estão um soco inglês, que é considerado uma arma branca que pode causar ferimentos profundos em uma eventual vítima.

Os militantes também levavam consigo fogos de artifício do tipo “morteiro”, quem podem causar lesões irreversíveis e até a morte, como já foi registrado em manifestações anteriores.

– PMs da ROCAM do 11º BPM/M acabam de deter 5 pessoas por portarem materiais proibidos na manifestação, na R. da Consolação. Já na Paulista, equipe do 7ºBAEP deteve indivíduo portando soco inglês – disse o perfil oficial no Twitter da PM-SP.

Antes disso, um grupo de cerca de 20 pessoas mascaradas atearam fogo em pneus na base do monumento em homenagem ao bandeirante Borba Gato, que fica na Zona Sul da cidade. Uma perícia preliminar indicou que a estrutura da estátua não ficou comprometida. As autoridades agora buscam os autores do vandalismo.

Leia também1 Grupo esquerdista ateia fogo na estátua de Borba Gato, em SP
2 Felipe Neto exalta vandalismo da esquerda: "Fogo nos genocidas"
3 Vereador do PT é preso durante protesto contra Jair Bolsonaro
4 Bolsonaro passeia de moto pelo DF e é recebido por apoiadores
5 'Não gostar de mim tudo bem, mas ser apaixonado pelo Lula?'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.