Leia também:
X Joice Hasselmann garante: Quem tentar voltar vai levar tiro

Pai tortura e mata bebê de 1 ano e 9 meses por causa de choro

Criança, que pode ter sido abusada, levou socos e apanhou com um carregador de telefone

Gabriela Doria - 25/07/2021 10h48 | atualizado em 25/07/2021 11h16

Criança tinha marca de fio de carregador de telefone Foto: Reprodução

Um bebê de 1 ano e 9 meses foi torturado e morto pelos pais, de 20 e 21 anos, na última sexta-feira (23), na cidade de Cáceres, no Mato Grosso. De acordo com o portal de notícias RD News, o homem, identificado como Lucas da Rocha Ramos, teria se irritado com o choro da criança e então iniciado as agressões. Enzo Gabriel Fontaneli foi alvo de socos e até chicotadas com o fio de um telefone.

Segundo a Polícia Civil, a mãe da criança, Stefanny Fontaneli Soares, levou o filho a uma Unidade de Pronto Atendimento da região. No local, os médicos constataram que o bebê já estava sem vida. Os profissionais notaram que a vítima apresentava diversas lesões pelo corpo. Um exame inicial indicou que o bebê também foi abusado sexualmente.

– Essa criança foi torturada, sofreu agressões seguidas, que resultaram em sua morte – disse a delegada Judá Maali Marcondes.

Os profissionais de saúde relataram que, além dos ferimentos, o bebê também tinha cicatrizes de lesões antigas, principalmente na cabeça.

Em depoimento à polícia, a mulher inicialmente afirmou que o filho teria caído de uma mureta, mas que eles cuidaram da criança e ela dormiu. No dia seguinte, ela afirmou que Enzo amanheceu fraco e sem responder aos chamados, foi quando ela buscou a UPA. No entanto, em pouco tempo de interrogatório, ela admitiu que o filho sofria constantes agressões praticadas pelo pai.

O homem foi localizado e preso em flagrante na chácara onde morava. Com ele, a polícia encontrou uma arma de fogo.

Os dois irão responder por homicídio qualificado mediante tortura e uso de recurso que impossibilitou defesa, além do agravante da vítima ser menor 14 anos. Eles podem ser acusados também de estupro de vulnerável se confirmado o abuso.

Leia também1 Juiz de 41 anos morre eletrocutado durante jogo de tênis
2 Mãe é presa por aceitar dinheiro para não revelar estupro da filha
3 Passageiro luta com assaltante após notar que arma era falsa
4 Policial civil é morto após arma falhar e sindicato critica governo de SP

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.