Leia também:
X Conselho de Ética da Alesp barra processo contra Delegado Olim

Condenado por abusos volta a ser preso por estuprar neta

Homem também violentou uma sobrinha

Pleno.News - 10/05/2022 16h57 | atualizado em 10/05/2022 17h30

Homem, que já tinha sido condenado por estupro, voltou a ser preso por abusar da neta e da sobrinha (Imagem ilustrativa) Foto: Pixabay

Um homem de 49 anos foi detido, no último fim de semana, por estuprar a neta e uma sobrinha. O caso aconteceu em Aracaju, Sergipe.

A Polícia Civil revelou que estuprador já tinha sido condenado e preso, há 20 anos, por praticar o mesmo crime contra o irmão, a filha e duas sobrinhas. As informações são do portal G1.

A Secretaria de Segurança Pública divulgou o caso nesta segunda-feira (9).Todas as vítimas do homem tinham entre 6 e 15 anos de idade.

De acordo com a polícia, o abusador demonstra comportamento agressivo.

O abusador chegou a ficar preso durante sete anos. Porém, ele ganhou progressão ao regime aberto.

Após voltar ao convívio familiar, o homem voltou a praticar os crimes.

A nova denúncia foi feita pela filha dele, que também foi vítima dos abusos quando era criança. Ela procurou as autoridades após ver que o pai também tinha abusado da filha dela.

O delegado Ronaldo Marinho, do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), deu declarações a respeito da investigação.

– Iniciamos a investigação e foi constatado também que no passado ele abusou sexualmente de uma outra sobrinha e que essa outra sobrinha nunca tinha denunciado e ela nos relatou com detalhes a forma que ele praticava os crimes – falou Marinho.

Leia também1 Estudante denuncia tentativa de estupro no campus da USP
2 Jovem é indiciado por estuprar uma mulher na frente da filha dela
3 Estudante denuncia ter sofrido abuso sexual na Sapucaí
4 Vítima de estupro reage e mata agressor com golpe de jiu-jítsu
5 Polícia indicia e pede prisão de Saul Klein por crimes sexuais

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.