Leia também:
X Depressão cresce 40% entre os homens. O colapso mental era previsto, e agora?

Cuidado: ONGs globalistas querem destruir o nosso país

A dura realidade é que essas organizações invadem o país, vão contra as instituições e têm o apoio de maus brasileiros

Marco Feliciano - 20/07/2022 17h03

Brasil é um dos últimos baluartes contra o Foro de São Paulo e a União das Repúblicas Socialistas da América Latina (Ursal) Foto: Pixabay

Irmãos, o que vou relatar é tão importante que deveríamos ter em mãos, por escrito, este assunto para consulta e divulgação aos desavisados.

Meu tema hoje é sobre uma ONG financiada por globalistas ligados ao financista George Soros. Essa organização atenta contra as democracias de direita pelo mundo, e vem obtendo sucesso na queda de países para o socialismo ateísta em nosso continente, num cruel efeito dominó. Mas tem encontrado barreiras ao seu avanço em conservadores unidos do Brasil. Sim, nosso país é um dos últimos baluartes contra o Foro de São Paulo e da sonhada União das Repúblicas Socialistas da América Latina (Ursal) pelo ex-presidiário, cujo partido tem ligações proibidas com um grupo de malfeitores, que estamos proibidos de citar.

Essa ONG, a qual me refiro, é a famigerada Transparência Internacional, que interfere indevidamente em assuntos internos de nosso governo. Recentemente, essa organização fez um envio a embaixadores e órgãos multilaterais, num trabalho de fact-checking profissional, alegando serem falsas e manipuladas as informações passadas pelo presidente Jair Bolsonaro à comunidade diplomática em Brasília. Essa notícia infame foi publicada pela agência Lupa.

A dura realidade é que essas organizações invadem nosso país, vão contra nossas instituições, desafiam nossas autoridades e ainda têm o apoio de maus brasileiros que querem a volta da quadrilha que governou o país nas últimas décadas. E, pior, estão se preparando para nos impor uma ditadura ateísta e sanguinária que não poupa os inocentes na sua sana maldita de tomar o poder a qualquer custo.

Como líder evangélico e político eleito para defender os valores cristãos, tenho o dever de alertar meus irmãos contra essas verdadeiras hidras, monstros aos quais ao perderem uma cabeça, nasce outra; como vimos com a sobrevida dada ao ex-presidiário. Pois hoje, ele tem a chance de voltar a concorrer ao cargo máximo da nação e desde já está avisando suas nefastas intenções como legalizar o aborto, as drogas, a ideologia de gênero e o fim da família tradicional.

Finalizo agradecendo a Deus pela sabedoria que me concede para enxergar no escuro e iluminar o caminho dos irmãos. E pedindo que Ele derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todo o povo brasileiro.

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.