Leia também:
X Porta-voz diz que Brasil segue como aliado de Washington

Covid: China não mostra à OMS dados brutos sobre casos iniciais

Informações são sobre os 174 casos de Covid-19 identificados em Wuhan

Ana Luiza Menezes - 12/02/2021 20h52 | atualizado em 12/02/2021 21h01

China se recusa a fornecer à OMS dados brutos sobre primeiros casos de Covid-19 Foto: Reprodução

Uma reportagem do Wall Street Journal apontou, nesta sexta-feira (12), que as autoridades chinesas se recusaram a fornecer aos investigadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) dados brutos e personalizados sobre os primeiros casos do novo coronavírus.

As informações são sobre os 174 casos de Covid-19 identificados na fase inicial do surto, em Wuhan, em dezembro de 2019.

Os investigadores da OMS disseram que os dados poderiam ajudar a determinar como e quando o vírus começou a se espalhar na China.

Embora funcionários do governo e cientistas chineses tenham fornecido seus resumos e análises de dados sobre as infecções, eles não deram à OMS permissão para visualizar os dados brutos e fazer sua própria análise a partir deles.

– Eles nos mostraram alguns exemplos, mas não todos, que seria a investigação epidemiológica padrão. Com isso, a interpretação desses dados se torna mais limitada do nosso ponto de vista – contou Dominic Dwyer, microbiologista australiano que integra a equipe de investigadores da OMS.

Leia também1 OMS diz que pessoas vacinadas podem contagiar outras
2 Covid: 80% dos recuperados têm perda de memória, diz estudo
3 Casos globais de Covid-19 caem 17% em uma semana, diz OMS
4 Mais de um ano depois, OMS não esclarece novo coronavírus
5 OMS fornecerá 10,7 milhões de vacinas ao Brasil no 1º semestre

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.