Leia também:
X Advogado de Maradona reclama de demora da ambulância

Maradona: Família acredita em erro na prescrição de remédios

Familiares também questionam rápida alta dada ao jogador após cirurgia no cérebro

Paulo Moura - 26/11/2020 11h07

A família de Diego Armando Maradona, que morreu na quarta-feira (25) após sofrer uma parada cardiorrespiratória, desconfia que o quadro de Maradona pode ter sido causado por erro em prescrição de medicamento. A informação foi divulgada pela emissora argentina Canal 5 Notícias (C5N).

Além de questionar a prescrição do remédio, a família também considerou que a alta após procedimento cirúrgico no cérebro feito no início deste mês foi acelerada. A autópsia preliminar feita em Diego Armando Maradona apontou que a causa da morte do ex-jogador argentino foi insuficiência cardíaca aguda.

Maradona nasceu em 30 de outubro de 1960 em Lanús, na província de Buenos Aires, e era atualmente técnico do Gimnasia y Esgrima. Apontado como um dos maiores jogadores da história do futebol mundial, ao lado de Pelé, o craque argentino começou a sua carreira no Argentinos Juniors, clube onde foi revelado e atuou entre 1976 e 1981.

Logo depois, jogou um ano no Boca Juniors e se transferiu para o Barcelona, onde atuou entre 1982 e 1984. De lá, foi para o Napoli, na Itália, onde ganhou uma Copa da Uefa, dois Campeonatos Italianos, uma Copa e uma Supercopa da Itália.

Na seleção argentina, Diego conquistou a Copa do Mundo de 1986, campeonato em que ele marcou o famoso gol de mão nas quartas de final contra a Inglaterra que ficou conhecido como “La Mano de Dios”, A Mão de Deus em português. Ao todo, Maradona marcou 34 gols em 91 jogos pela equipe nacional.

Leia também1 Advogado de Maradona reclama de demora da ambulância
2 Tumulto marca início do velório de Maradona na Argentina
3 Insuficiência cardíaca matou Maradona, indica autópsia
4 Conmebol adia Inter x Boca Juniors após morte de Maradona
5 Pelé sobre a morte de Maradona: Perdi um grande amigo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.