Leia também:
X Mara Maravilha afirma que Xuxa perdeu sua beleza interior

Round 6: Conselho pede que pais não deixem filhos assistir à série

Relatos recebidos por autoridades britânicas indicam que crianças estariam recriando brincadeiras da série e batendo naquelas que falhassem

Paulo Moura - 18/10/2021 11h00 | atualizado em 18/10/2021 11h12

Série Round 6 já se tornou uma das mais assistidas da Netflix Foto: Reprodução Netflix

Conselheiros do setor de Educação no distrito britânico de Central Bedfordshire, em Londres, enviaram uma mensagem aos pais e responsáveis para que eles não permitam que crianças assistam à série coreana Round 6, da Netflix. De acordo com o jornal britânico The Guardian, a recomendação teria sido enviada após relatos de que crianças de até 6 anos estariam copiando os desafios.

– Aconselhamos veementemente que as crianças não assistam ao Squid Game (nome internacional da série Round 6). O programa é bastante gráfico, com muito conteúdo violento – diz a recomendação.

Segundo a publicação britânica, alguns relatos recebidos pelas autoridades educacionais de Central Bedfordshire dão conta de que crianças em parques estariam recriando as brincadeiras de Round 6 e batendo nas que falhassem nos desafios. Na Inglaterra, a série coreana tem recomendação para ser assistida apenas por maiores de 15 anos.

Entre os jogos da série que viraram populares no Reino Unido estão o “batatinha frita 1, 2, 3”, em que as crianças tentam terminar um percurso enquanto uma pessoa selecionada (substituída na série por uma boneca gigante) não está olhando.

Outro jogo que gerou avisos foi a “colmeia de açúcar”, em que as crianças precisam recortar formas geométricas em um biscoito. Neste caso, há a preocupação de que as crianças possam se queimar com caramelo quente ao preparar o doce.

Em Round 6, pessoas endividadas participam de competições similares a brincadeiras infantis em busca de um prêmio em dinheiro, mas os derrotados são mortos. De acordo com o Guardian, mesmo crianças que não assistem à série propriamente dita têm tido acesso a imitações dos desafios do programa por meio do aplicativo de vídeos TikTok e de jogos de computador ou celular.

Leia também1 "Renan Calheiros é um picareta", afirma senador Jorginho Mello
2 Grupo armado é responsável pelo sequestro de missionários
3 Joe Biden viola regra ao andar sem máscara em restaurante
4 Com Zig Zag Arena, Globo perde liderança para SBT e Record
5 G7 avalia que relatório final da CPI "isola" Renan, diz colunista

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.