Leia também:
X Governo editará portaria para atender à determinação do STF

Jair Bolsonaro nomeia Morgana Richa como ministra do TST

Magistrada era desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, no Paraná

Paulo Moura - 13/12/2021 07h40 | atualizado em 13/12/2021 09h28

Morgana Richa foi nomeada como nova ministra do TST Foto: Agência Senado/Pedro França

O presidente Jair Bolsonaro nomeou a desembargadora Morgana de Almeida Richa como nova ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST). A decisão do chefe do Executivo foi publicada na edição desta segunda-feira (13) do Diário Oficial da União (DOU). Richa assumirá o lugar do ministro Walmir Costa, que morreu por complicações da Covid-19.

Bolsonaro havia indicado o nome de Morgana em novembro deste ano, a partir de uma lista tríplice composta por ela, por Sérgio Pinto Martins, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP), e por Paulo Régis Machado Botelho, do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (CE).

Ainda em novembro, o nome da magistrada foi aprovado no Senado por 56 votos a favor, quatro contrários e duas abstenções. Natural de Toledo (PR), a desembargadora é doutora em Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Ela assumiu o cargo de juíza substituta do TRT da 9ª Região (PR) em julho de 1992.

Dois anos depois, em setembro de 1994, foi promovida a juíza titular, posição que ocupou até sua promoção a desembargadora do mesmo Tribunal, em novembro de 2019. Foi, ainda, conselheira do Conselho Nacional de Justiça no biênio 2009/2011, onde presidiu a Comissão de Acesso à Justiça e Cidadania.

Leia também1 Na BA, Bolsonaro é recebido por multidão aos gritos de "mito"
2 Câmara irá analisar urgência para votar PL de jogos de azar
3 Fábio Faria parabeniza o sogro, Silvio Santos, pelos 91 anos
4 Governo editará portaria para atender à determinação do STF
5 Guedes: 'PEC dos Precatórios não é calote, é para evitar calote'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.