Leia também:
X Em evento de militares, Braga Netto defende harmonia entre poderes

Instagram censura story anti-PT e mantém contra Bolsonaro

Jornalista Rica Perrone publicou o mesmo texto nos dois casos para testar possível viés político da plataforma

Thamirys Andrade - 14/08/2021 16h45 | atualizado em 16/08/2021 11h18

rica perrone
Rica Perrone Foto: Reprodução

O jornalista esportivo Rica Perrone decidiu fazer um teste com o sistema de remoção de conteúdos do Instagram e o resultado lhe causou indignação. Ao publicar a mesma frase contra o Partido dos Trabalhadores e Bolsonaro, o comunicador teve apenas a publicação contra a esquerda censurada.

Tudo se iniciou quando um seguidor questionou o jornalista se ele votaria em Jair Bolsonaro caso a eleição fosse hoje. Perrone afirmou que “não. Mas num segundo turno contra o PT votaria sim. Contra o PT, até num cabrito”.

Logo, o conteúdo foi removido pelo Instagram, sob a justificativa de que a declaração contrariava as regras de “assédio e bullying” da plataforma.

rica perrone story censurado
Publicação de Rica Perrone sobre story anti-PT derrubado Foto: Reprodução

Intrigado, Perrone decidiu publicar a mesma frase, com viés político invertido, para testar a parcialidade da rede social.

– Não. Mas num segundo turno contra o Bolsonaro votaria no Lula. Contra o Bolsonaro, até num cabrito – escreveu.

Porém, o segundo post não foi deletado e o jornalista não recebeu qualquer notificação sobre violações às regras da rede social.

rica perrone story censurado
Jornalista usou a mesma frase, mas inverteu o posicionamento político Foto: Reprodução

– Alguém explica? Alô Instagram, por quê? O primeiro foi deletado. Mudei os personagens. Ficou. Qual a lógica do seu bullying? Isso é muito errado! Se chama censura. Lado. Covardia – escreveu Perrone.

Em seu conta na plataforma Pingback, o comunicador questionou a censura seletiva.

– Pelo menos 8 vídeos que postei foram excluídos com advertência e estão em milhares de outros perfis normalmente. (…) O Instagram tem algum interesse pouco claro? Será que alguém lá dentro tem o poder de individualmente escolher as pessoas que são ou não punidas na rede social? – ponderou.

Leia também1 Flordelis: Justiça mantém prisão após audiência de custódia
2 Moraes e Barroso esperam que Pacheco negue processo
3 Defesa de Jefferson vai pedir suspeição de Moraes ao STF
4 Maia sobre Bolsonaro: 'Populista' e 'ditador igual a Chavez'
5 Bolsonaro participa de evento em Academia Militar no RJ

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.