Leia também:
X BH: Menina de 7 anos pula de janela para fugir de incêndio

Aziz pode chamar Wajngarten como investigado na CPI

A cúpula da comissão se "irritou" com respostas do ex-secretário de Comunicação da Presidência

Pleno.News - 12/05/2021 13h08 | atualizado em 12/05/2021 13h35

Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação da Presidência Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

As respostas à CPI da Covid do ex-secretário de Comunicação da Presidência Fábio Wajngarten, convocado em razão de uma entrevista dada à revista Veja, irritaram a cúpula da comissão, a ponto de o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), fazer um alerta. Ao retomar a sessão por volta do meio-dia desta quarta-feira (12), após um bate-boca, Aziz avisou que, se Wajngarten não responder objetivamente as perguntas, ele será dispensado e convocado novamente, mas em condição de investigado – e não como testemunha.

– O senhor não pode tentar passar a ideia que não estamos perguntando objetivamente. O senhor só está aqui por causa da entrevista à Veja, se não a gente nem lembraria que você existia – disse Aziz ao ex-secretário.

Na entrevista, Wajngarten afirmou que houve “incompetência” e “ineficiência” do Ministério da Saúde ao lidar com a Pfizer. Questionado sobre ter atribuído esses problemas à pasta comandada pelo ex-ministro Eduardo Pazuello, o ex-secretário disse que não chamou o general de incompetente. Foi quando Aziz interveio no interrogatório de Renan e pressionou o ex-secretário a dar respostas objetivas.

A deputada federal Carla Zambelli compartilhou o momento do embate.

*Estadão

Leia também1 Popularidade de Jair Bolsonaro aumenta mesmo diante de CPI
2 Ministro cotado para o STF diz ser 'homem de fé' e cita Bíblia
3 Confronto entre Israel e Hamas é intensificado na região de Gaza
4 Pandemia: Câmara de BH abre CPI para apurar gastos de Kalil
5 Aécio quer quebra temporária de patentes de vacinas da Covid-19

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.