Ataque na Catedral: Polícia irá prorrogar inquérito

Tragédia completa um mês nesta sexa-feira

Pleno.News - 11/01/2019 07h40

Catedral Metropolitana de Campinas Foto: Folhapress/Denny Cesare

A Polícia Civil decidiu prorrogar por 30 dias o inquérito que investiga o ataque na Catedral Metropolitana de Campinas, em São Paulo, que resultou na morte de cinco pessoas em dezembro de 2018.

O último sobrevivente do atentado será ouvido pelos agentes nesta sexta-feira (11), dia em que se completa um mês da tragédia.

O diretor do Departamento de Polícia Judiciário de São Paulo Interior (Deinter 2) e chefe da Polícia Civil em Campinas, José Henrique Ventura, explicou ao portal G1 que o inquérito está quase concluído, mas é necessário prorrogá-lo por causa do depoimento da última vítima, que passou por cirurgia para a retirada de uma bala e não pôde falar antes, além da espera pelos laudos das perícias.

– Vamos ouvir a vítima, reiterar a urgência no encaminhamento dos laudos faltantes e pedir a dilação do prazo ao juiz por mais 30 dias – declarou o delegado.

LEIA TAMBÉM+ Suspeito por morte de policial é preso no Rio de Janeiro
+ Witzel declara que não apoia petista à presidência da Alerj
+ João de Deus e a esposa são indiciados por porte de arma


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo