Leia também:
X Assessor mostra Bolsonaro no meio do povo e ironiza pesquisas

Após 10 anos, Brasil retorna ao Conselho de Segurança da ONU

Permanência no assento terá duração de dois anos

Gabriela Doria - 01/01/2022 15h40 | atualizado em 01/01/2022 15h48

Brasil retornou ao Conselho de Segurança da ONU após 10 anos Foto: Divulgação/ONU News

Neste sábado (1º), o Brasil assumiu seu 11º mandato como membro rotativo do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). A última vez que o país participou do grupo foi no biênio de 2010-2011. Este intervalo foi o mais longo que o país ficou fora do órgão.

O Conselho de Segurança da ONU é um dos mais importantes da organização, sendo responsável pela manutenção dos acordos de paz e de segurança internacionais. Os países-membros também são responsáveis por encerrar conflitos diplomáticos ou trabalhar na recuperação de nações devastadas por guerras e catástrofes, além de ter o poder de determinar missões e operações militares internacionais. Também está entre as atribuições do grupo aplicar sanções de diversas naturezas.

O órgão é composto por 15 países com direito a voto, e apenas cinco, que são membros permanentes, têm direito a veto. São eles: Estados Unidos, Rússia, China, França e Reino Unido. As outras 10 vagas são distribuídas conforme a região, e têm duração de dois anos.

Leia também1 Kim Jong-un promete priorizar alimentos e economia em 2022
2 França estende uso de máscaras a crianças a partir de 6 anos
3 Papa diz que violência contra as mulheres é afronta a Deus
4 'Oportunidade de reverter pandemia está ao nosso alcance'
5 Reino Unido aprova uso de pílula da Pfizer contra Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.