Leia também:
X Associação capacitou mais de 15 mil cristãos do RJ em 2021

Papa diz que violência contra as mulheres é afronta a Deus

Pontífice deu declarações neste sábado, na Basílica de São Pedro

Pleno.News - 01/01/2022 11h22 | atualizado em 01/01/2022 11h46

Papa Francisco Foto: EFE/Ettore Ferrari

Neste sábado (1º), o papa Francisco usou a primeira missa de 2022 para condenar a violência contra as mulheres e disse que feri-las é ultrajar a Deus. O discurso foi feito na Basílica de São Pedro, no Vaticano.

– Quanta violência existe contra as mulheres. Já chega! Machucar uma mulher é ultrajar a Deus, que tirou a humanidade de uma mulher – disse.

Francisco dedicou a sua homilia às mulheres e mães, e disse delas que “conseguem manter juntos o sonho e o concreto, evitando desvios do pragmatismo asséptico e da abstração”.

Segundo ele, as mães “sabem como manter unidos os fios da vida” e, portanto, são essenciais no mundo de hoje, pois são “capazes de tecer fios de comunhão, que se contrapõem aos arames farpados das divisões, que são tantos”.

Além disso, o pontífice enviou uma mensagem à Igreja Católica, afirmando que a “Igreja é mãe”.

– A Igreja é mãe, é mulher, por isso não se encontra lugar para as mulheres na Igreja sem refleti-las neste coração de mãe. Este é o grande lugar das mulheres na Igreja, da qual derivam outras secundários – falou.

*EFE

Leia também1 Em carta aos casais, Papa fala de 3 "palavras-chave do casamento"
2 TV erra e noticia morte do Papa durante transmissão no Natal
3 Covid: Vaticano defende vacinas e pede maior distribuição
4 Papa Francisco diz que pecados sexuais "não são os mais graves"
5 Vaticano intervém em mosteiro por acusações de assédio, diz TV

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.