Leia também:
X Após 35 anos, Carlos Henrique Schroder deixa a Rede Globo

Xuxa sofre derrota e programa de Sikêra Jr. continua no ar

Justiça negou pedido feito pela apresentadora contra o Alerta Nacional

Henrique Gimenes - 20/11/2020 18h30 | atualizado em 20/11/2020 19h16

Xuxa sofre derrota e Justiça mantém programa de Sikêra Jr. no ar Foto: Arte/Pleno.News

A Justiça de São Paulo rejeitou um pedido feito pela apresentadora Xuxa Meneghel com o objetivo de tirar o programa Alerta Nacional, de Sikêra Jr, do ar. Ela decidiu acionar a Justiça após ser chamada de pedófila por Sikêra.

A decisão de negar o pedido foi do juiz César Peixoto. Em despacho desta quarta-feira (18), o magistrado apontou que atender ao pedido de Xuxa poderia configurar censura.

“Processe-se o recurso, sem efeito suspensivo, diante da ausência de plausibilidade dos argumentos articulados, sobretudo porque eventual exagero do conteúdo das informações/reportagens dependeu de avaliação futura e mais aprofundada, sem embargo da possibilidade, em tese, da retirada do programa do ar, sob pena de censura prévia”, destacou.

Além disso, o juiz também negou que o caso siga em “segredo de Justiça, porque a hipótese seguiu a regra da publicidade ampla inexistindo qualquer tipo de constrangimento à exposição”.

Na ação, além de pedir que o Alerta Nacional fosse tirado do ar, Xuxa ainda queria a demissão de Sikêra Jr. da RedeTV!, a cassação de seu título de jornalista e o pagamento de uma indenização de R$ 500 mil, que seria destinada a instituições de caridade.

De acordo com o portal Notícias da TV, Xuxa recorreu da decisão na noite desta quinta-feira (19).

Leia também1 Damares e Sikêra alertam sobre predadores de crianças nas redes
2 Sikêra Jr rebate acusações de Xuxa: "A gente se vê no tribunal"
3 Xuxa quer demissão de Sikêra Jr e cassação como jornalista
4 Xuxa sobre livro LGBT infantil: "Deus não tem preconceito"
5 Eduardo apoia Sikêra Jr em críticas a Xuxa: "Se faz de santa"

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.