Leia também:
X Argentina parabeniza Brasil após as eleições do 1º turno

Furacão se forma no Golfo do México e ameaça a Flórida

Ventos fortes e chuvas já atingiram Cuba e sul dos EUA está em alerta

Ana Luiza Menezes - 08/10/2018 16h26

A tempestade tropical Michael se transformou em furacão, nesta segunda-feira Foto: Reprodução/ Instagram

Nesta segunda-feira (8), a tempestade tropical Michael se transformou em furacão, provocando fortes ventos e chuvas no oeste de Cuba. O furacão se desloca rumo à costa noroeste da Flórida, nos Estados Unidos, onde o governador Rick Scott já decretou estado de emergência.

Ventos máximos constantes de 120 km/h, com rajadas mais fortes, foram registrados. As informações foram divulgadas mo último boletim do Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês). O NHC informou que o furacão está localizado 80 km ao sudoeste de Cuba e 220 km ao leste de Cozumel, no México, com um deslocamento em direção ao norte a 11 km/h.

A previsão é que Michael se mova nesta tarde rumo ao norte, passando a oeste de Cuba, e à noite chegue ao sudeste do Golfo do México.

Para terça-feira, está previsto um deslocamento para o leste do Golfo do México. E na quarta-feira o furacão pode tocar a terra, na região de Panhandle ou em Big Bend, na Florida, para depois se deslocar rumo ao noroeste através do sudeste dos Estados Unidos.

Por causa das previsões, será mantido um alerta de furacão para a província cubana de Pinar del Río, assim como o de tempestade tropical para a Ilha da Juventude e a costa mexicana, de Tulum até Cabo Catoche. Os especialistas também alertaram sobre as chances de ressaca para a costa oeste da Flórida, de Navarre até a Ilha de Ana Maria, incluindo a baía de Tampa.

*com informações da Agência EFE

Leia também1 Argentina parabeniza Brasil após as eleições do 1º turno
2 Terremotos na Indonésia fizeram quase 2 mil vítimas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.