Leia também:
X OMS declara varíola dos macacos emergência global

Brasil negocia compra de vacina contra varíola dos macacos

OMS decretou estado de emergência internacional devido à escalada de casos da doença

Gabriel Mansur - 23/07/2022 17h49 | atualizado em 25/07/2022 14h03

Varíola dos macacos Foto: EFE/Cortesía CDC

O Ministério da Saúde informou, neste sábado (23), que negocia a compra da vacina contra a varíola dos macacos, declarada neste sábado como emergência global de saúde pública pela Organização Mundial de Saúde (OMS). De acordo com a pasta, a aquisição será negociada com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

O ministro Marcelo Queiroga relatou que a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) está em processo de avaliar o quantitativo necessário. Dessa forma, a aquisição será feita por meio do fundo rotatório, um mecanismo internacional de cooperação técnica para acesso a vacinas.

Atualmente, apenas um laboratório fabrica o imunizante no mundo, a empresa dinamarquesa Bavarian Nordic, que não tem representante no Brasil.

– A OMS coordena junto ao fabricante, de forma global, ampliar o acesso ao imunizante nos países com casos confirmados da doença. Assim, a aquisição deve ser via Opas – afirmou à Folha de São Paulo o ministro.

A pasta ressaltou que a vacinação em massa “não é preconizada pela OMS em países não endêmicos da doença, como o Brasil”.

– A recomendação da vacinação, até o momento, é somente para contatos com casos suspeitos e profissionais de saúde com alto risco ocupacional ao vírus – divulgou o órgão.

O Ministério da Saúde confirmou 607 casos da doença no Brasil até esta sexta-feira (22). O número equivale ao dobro registrado no dia 9 de junho, 13 dias antes, quando havia 218 diagnósticos confirmados em todo o país.

Os casos da doença concentram-se principalmente em São Paulo. No total, conforme dados do ministério, o estado registrou 438 diagnósticos positivos da doença até esta sexta, representando cerca de 72% do total.

PREVENÇÃO
A vacina Imvanex já obteve aprovação para a prevenção da varíola dos macacos nos Estados Unidos e no Canadá. Neste sábado (23), a Agência Europeia de Medicamentos também recomendou a aprovação do do imunizante, usada até 2013 no combate à varíola, para a proteção de adultos contra o vírus da varíola do macaco.

Nos Estados Unidos, a Agência Regulatória Americana também já aprovou o uso da vacina ACAM2000 (Sanofi) para a prevenção da doença.

Leia também1 Butantã importará insumos para vacinar crianças com CoronaVac
2 Onda de calor mata mais de 1 mil só em Portugal, diz Saúde
3 Saúde orienta uso da CoronaVac em crianças de 3 a 5 anos
4 Entenda a transmissão e os sintomas da varíola dos macacos
5 Ex-No Limite é diagnosticado com varíola dos macacos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.