Leia também:
X Maior leilão da história trará a tecnologia 5G ao Brasil

Após 16 anos de atividade, site Yahoo Respostas é desativado

Plataforma perdeu relevância ao longo dos últimos anos por conta da quantidade de notícias falsas publicadas

Paulo Moura - 04/05/2021 09h39 | atualizado em 04/05/2021 14h54

Yahoo Respostas será desativado em maio Foto: Reprodução

Popular ao longo da última década, o site Yahoo Respostas foi desativado nesta terça-feira (4) após 16 anos de atividade. Desde o dia 20 de abril, a plataforma estava disponível apenas no modo leitura, sem permitir que fossem cadastradas novas perguntas e respostas.

A partir de agora, ao acessar o endereço do serviço, https://br.answers.yahoo.com, o usuário é redirecionado para uma página onde um comunicado é exibido informando que o serviço foi desativado. O mesmo ocorre com o acesso à plataforma nos Estados Unidos.

Página do Yahoo Respostas agora exibe apenas aviso que a plataforma foi desativada Foto: Reprodução

Quando o Yahoo anunciou a mudança no início do mês passado, a empresa afirmou que “não haveria alterações em outras propriedades ou serviços ou em sua conta do Yahoo”.

O usuário tem a opção de baixar seus dados antes do dia 30 de junho neste link. Na segunda-feira (3), a operadora americana Verizon anunciou venda do Yahoo e AOL por 5 bilhões de dólares (R$ 27,3 bilhões).

O Yahoo Respostas foi criado em 2005 e reuniu milhões de perguntas de internautas buscando resolver problemas de informática, de relacionamentos, dúvidas escolares e até mesmo questões filosóficas. O serviço, porém, perdeu relevância nos últimos tempos por conta da quantidade de informações falsas e de teorias conspiratórias publicadas na plataforma.

Leia também1 CPI da Pandemia ouve Mandetta e Nelson Teich nesta terça-feira
2 Trem cai em avenida na Cidade do México e deixa 23 mortos
3 CPI: Aziz diz que há chance de convocar Guedes e governadores
4 Vereador Jairinho vira réu em caso de tortura contra filha de ex
5 Ministério define 12 semanas de intervalo entre doses da Pfizer

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.