Leia também:
X Pesquisa revela a melhor banda larga em cada estado do Brasil

Vazamento expôs cerca de 500 mil celulares de empresas

Análise apontou que 532.696 números de celulares ficaram disponíveis após serem disponibilizados por hacker

Pleno.News - 12/02/2021 09h20 | atualizado em 12/02/2021 10h04

Milhares de números de celulares foram vazados em janeiro Foto: Pixabay

Após o megavazamento de dados de 223 milhões de CPFs, 40 milhões de CNPJs e 104 milhões de registros de veículos, o número de mais de meio milhão de celulares corporativos já circulam livremente na internet – embora os dados ainda estejam à venda, o hacker tornou pública uma pequena parte das informações. A conclusão foi feita por uma empresa de segurança e divulgada pelo jornal Estado de São Paulo.

Um dos arquivos publicados pelo hacker é uma espécie de “amostra grátis” daquilo que ele tem para vender. Ao analisar a pasta referente a números telefônicos de pessoa jurídica, foi possível detectar que estavam disponíveis 532.696 celulares, volume muito superior ao de números registrados para pessoa física (6.945).

Entre as linhas de pessoa jurídica, o hacker classificou 366.770 como números da operadora Vivo. Outros 12.123 números estão classificados como números da TIM. O restante não está classificado. Todos os números telefônicos estavam associados aos números de CNPJ das empresas.

Os números estão registrados em diversas partes do Brasil. O pacote tem 179.172 números de São Paulo (DDD 11), seguido por números da região de Curitiba, cujo DDD é o 41 (93.194). O Paraná aparece como o estado mais afetado. Apenas a Região Nordeste não aparece na amostra vazada.

*Estadão

Leia também1 Novo vazamento de dados expõe 100 milhões de celulares
2 Júri do Caso Tatiane Spitzner é adiado pela 3ª vez no Paraná
3 Forte explosão deixa ao menos 4 mortos em Natal, no RN
4 STF quer investigação sobre venda de dados de ministros
5 PF investiga venda de dados de Bolsonaro e outras autoridades

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.