Leia também:
X Veja os escândalos em que o Twitter já se envolveu

Nova rede social Vocl promete ser “lugar seguro” e sem censura

Plataforma será lançada pelo CEO da MyPillow nas próximas semanas

Pleno.News - 17/03/2021 14h32 | atualizado em 17/03/2021 16h01

Idealizador do Vocl, Mike Lindell

CEO e fundador da empresa de travesseiros MyPillow, Mike Lindell está prestes a lançar o site de mídias sociais Vocl, que, segundo ele, traz a proposta de “lugar seguro” para os “banidos” das big techs como Youtube e Twitter. A plataforma estará disponível em cerca de 15 dias.

– Você não precisará mais pisar em ovos. […] Minha plataforma é feita para mais influenciadores, pessoas que têm podcasts, pessoas que têm rádios e estações de TV que não podem falar a verdade, perdem seus canais no YouTube ou são ameaçadas de serem processadas – disse ele em entrevista ao Focus Talk da emissora NTD.

Apoiador do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, o empresário lança o próprio software após ter suas contas suspensas pelo Twitter no último mês devido a suas declarações sobre as eleições de 2020. Ele também é processado pela marca Dominion por questionar o equipamento de contagem de votos da empresa.

– No momento, minha empresa foi atacada. O Google me atacou. Eles não me deixam comprar meu próprio nome. Meu Twitter foi retirado. O Twitter da minha empresa foi retirado. Meu YouTube está fora do ar. Vimeo está fora do ar. O Facebook não me deixa transmitir ao vivo – afirma, acrescentando que perdeu US $ 65 milhões em receita por conta de boicotes em massa de outras empresas.

A nova plataforma entrará no mercado concorrendo com outros softwares que têm atraído conservadores, como o Parler e o Gab. O Vocl trará, contudo, o diferencial de unir as tecnologias do Youtube e do Twitter, mesclando publicações, rádio e TV. “Não há nada igual por aí”, diz Lindell.

Leia também1 Veja os escândalos em que o Twitter já se envolveu
2 Polêmica: Wikipédia é acusada de parcialidade e censura
3 Política e Algoritmo: Conheça as polêmicas ligadas ao YouTube
4 Vazamento expõe 10 milhões de senhas de e-mails brasileiros
5 Instagram passará a 'monitorar' mensagens privadas de usuários

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.