Leia também:
X Facebook vai desativar sistema de reconhecimento facial

Anatel inicia leilão do 5G que pode render quase R$ 50 bilhões

Certame deve movimentar R$ 49,7 bilhões, se todos os lotes forem arrematados

Paulo Moura - 04/11/2021 10h11 | atualizado em 04/11/2021 11h14

Leilão da tecnologia 5G começa nesta quinta-feira Foto: Pixabay

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) iniciou nesta quinta-feira (4) o leilão da tecnologia 5G, a nova geração de internet móvel. Ao todo, serão ofertadas quatro faixas de frequência em lotes nacionais e regionais. São elas: 700 MHz; 2,3 GHz; 3,5 GHz; e 26 GHz. As faixas são como “avenidas” no ar para transmissão de dados.

Das 15 empresas interessadas em participar do leilão, três são mais conhecidas do público: as operadoras Claro, TIM e Telefônica (dona da marca Vivo). As demais são provedores regionais, fornecedores de infraestrutura, empresas de hardware e fundos de investimento. A Oi não participará do leilão, pois vendeu seu braço de telefonia móvel.

Na lista de interessadas fora do rol das empresas mais conhecidas, mas que têm um relativo espaço dentro do mercado nacional, estão: a Algar Telecom, que atua hoje em 16 estados; a Brasil Digital Telecomunicações, provedora de serviços de telecomunicações por meio de cabos de fibra óptica; e a Brisanet, que presta serviços de telecomunicações em mais de 200 cidades nordestinas.

O leilão do 5G, nova geração de internet móvel, começa nesta quinta-feira (4), em Brasília, a partir das 10h, na sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e deve ser encerrado na sexta-feira (5). Se todos os lotes oferecidos forem arrematados, o leilão deve movimentar R$ 49,7 bilhões, de acordo com a Anatel.

Leia também1 Marquezine se manifesta após críticas à fantasia de enfermeira
2 Votação da PEC dos Precatórios continuará na próxima terça
3 Ciro Gomes anuncia suspensão da pré-candidatura ao Planalto
4 Saiba quais deputados votaram contra a PEC dos Precatórios
5 Com 312 votos, Câmara aprova PEC dos Precatórios em 1° turno

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.