Leia também:
X Nanossatélite brasileiro de 1,72 kg é lançado no Cazaquistão

Facebook planeja criar versão do Instagram para crianças

O objetivo é buscar promover segurança para jovens na plataforma

Thamirys Andrade - 22/03/2021 12h35 | atualizado em 22/03/2021 13h09

Facebook quer criar versão infantil do Instagram
Rede social contemplará menores de 13 anos de idade Foto: Kate Torline | Unsplash

A criação de uma versão do Instagram para crianças está na lista de prioridades do Facebook. A plataforma contemplará menores de 13 anos com o objetivo de buscar a segurança dos jovens nas redes.

Quem comandará o projeto é a vice-presidente do Facebook, Pavni Diwanji, que desenvolveu também o YouTube Kids quando trabalhava para o Google. A ideia foi anunciada em uma publicação interna da empresa, segundo o Buzzfeed News.

Atualmente, a política do Instagram não permite a entrada de usuários com menos de 13 anos. Contudo, crianças têm mentido acerca de sua idade para criar suas contas, o que as expõe a diversos riscos e as torna mais vulneráveis a pedófilos.

Novas medidas para proteger jovens foram anunciadas na semana passada, entre elas, uma tecnologia baseada em Inteligência Artificial, destinada a evitar que crianças criem contas e a impedir que adultos entrem em contato com usuários mais novos que eles não conhecem.

Essa não é a primeira iniciativa do Facebook no que diz respeito ao assunto. No ano de 2017, a equipe criou uma versão do Messenger para crianças, a fim de combater casos de pedofilia no aplicativo de bate-papo.

Leia também1 Nanossatélite brasileiro de 1,72 kg é lançado no Cazaquistão
2 Instagram cria tecnologia para proteger menores de pedófilos
3 Confira: 10 smartphones para quem quer trocar de aparelho
4 Vazamento expõe 10 milhões de senhas de e-mails brasileiros
5 Instagram passará a 'monitorar' mensagens privadas de usuários

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.