Leia também:
X Troca no nome de restaurantes: iFood recebe multa milionária

Elon Musk quer implantar chips cerebrais em humanos em 2022

Bilionário crê que dispositivo pode trazer benefícios à humanidade

Thamirys Andrade - 14/12/2021 14h28 | atualizado em 14/12/2021 16h38

elon musk
Elon Musk, CEO da Tesla Foto: Reprodução / Youtube / TED

Após anunciar, em agosto de 2020, seu objetivo de implantar chips em cérebros humanos, o bilionário Elon Musk afirmou que o momento de concretizar a polêmica tecnologia está próximo.

Em entrevista ao The Wall Street Journal, ele afirma que os testes, que até então só haviam sido realizados em porcos e macacos, devem ser realizados em humanos já em 2022.

– Esperamos ter isso em nossos primeiros humanos, que serão pessoas com lesões graves na medula espinhal, como tetraplégicos, no próximo ano, dependendo da aprovação do FDA [agência reguladora dos EUA] – declarou Musk.

O CEO da Tesla e da SpaceX é também cofundador da sociedade comercial neurotecnológica Neuralink. Junto de mais oito empresários, Musk projetou o chip do tamanho de uma moeda que deverá servir como interface com máquinas. Para o bilionário, o dispositivo poderia trazer benefícios à humanidade.

Ao ser questionado por um internauta sobre o uso da tecnologia para auxiliar vítimas de derrame, Musk disse que “substituir neurônios defeituosos ou ausentes por circuitos é a maneira certa de pensar a respeito”.

– Muitos problemas podem ser resolvidos apenas ligando os sinais entre os neurônios existentes – assinalou, por meio do Twitter, na segunda-feira (6).

O dispositivo vem causando controvérsias entre neurocientistas, pesquisadores e mesmo startups de neurotecnologia rivais devido aos testes em pessoas. Para o bilionário, porém, eles são necessários, pois não se pode ter “conversas matizadas com macacos”.

Inicialmente, Musk planejava implantar o primeiro chip em um cérebro humano em meados de 2020, mas a pandemia de Covid-19 atrasou seus planos.

TIME
O bilionário foi eleito, nesta segunda-feira (13), como a Personalidade do Ano da revista Time, após seus investimentos em viagens espaciais com civis. O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, venceu a enquete popular com quase um quarto dos 9 milhões de votos.

Leia também1 Revista Time elege Elon Musk como Personalidade do Ano
2 Faria anuncia parceria com Elon Musk para internet na Amazônia
3 Homem é investigado por se vacinar 10 vezes contra a Covid
4 Ômicron representa risco global "muito alto", diz OMS
5 Tornados nos EUA deixam dezenas de mortos em 5 estados

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.