Leia também:
X Veja o que já se sabe e o que deve ocorrer após compra do Twitter

Aliados do governo relatam salto recorde de seguidores no Twitter

Aumento é atribuído à aquisição da plataforma por Elon Musk

Pleno.News - 26/04/2022 13h13 | atualizado em 26/04/2022 14h45

Twitter foi adquirido por Elon Musk Foto: Unsplash

Políticos e influenciadores aliados de Bolsonaro apontaram um aumento de seguidores em seus perfis no Twitter e atribuíram o crescimento à compra da plataforma pelo bilionário Elon Musk. Dados do site SocialBlade, que monitora o desempenho dos usuários, confirmaram o crescimento acima da média desses perfis nesta segunda-feira (25). Ainda não há informação oficial da plataforma sobre alteração em suas regras de publicação.

O ex-ministro do Turismo Gilson Machado afirmou ter conseguido um número recorde de seguidores na segunda-feira, apesar de não ter feito nenhuma publicação naquele dia. O SocialBlade mostra que 6.754 novos usuários chegaram ao seu perfil entre ontem e hoje, número muito superior à média dos dias anteriores, que girava em torno de 404 seguidores diários.

O mesmo foi relatado por Mário Frias, ex-secretário da Cultura. Ele ganhou dez vezes mais seguidores que no dia anterior. Foram 1.843 na segunda, ante 140 no domingo. Pré-candidato a deputado federal por São Paulo, ele disse estar sentindo “cheiro de liberdade” na plataforma após a aquisição por Elon Musk.

– Hoje meu número de seguidores voltou a crescer. Curiosamente, vejo que várias contas de direita voltaram a ganhar seguidores também. Parece que agora o algoritmo está impossibilitado de frear nosso alcance. Imaginem o quanto perdemos durante todo esse tempo! – publicou.

Seja por decisões judiciais ou violação das regras da plataforma, diversos perfis de personalidades ligadas ao presidente Jair Bolsonaro (PL) já foram suspensos do Twitter. Entre eles, o jornalista Allan dos Santos e o deputado federal Daniel Silveira, que tiveram suas contas removidas por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Elon Musk chegou à direção da rede social com a promessa de flexibilizar critérios e ampliar a liberdade de expressão na plataforma. Em uma publicação compartilhada por bolsonaristas, inclusive por Mário Frias, o bilionário diz esperar que até seus “piores críticos permaneçam no Twitter, pois isso é o que significa liberdade de expressão”.

*Com informações da AE

Leia também1 Veja o que já se sabe e o que deve ocorrer após compra do Twitter
2 Aliados de Bolsonaro celebram venda do Twitter a Elon Musk
3 Psolista questiona filantropia de Elon Musk e é contrariada
4 Saiba quem é Elon Musk e como ele ficou bilionário
5 Donald Trump "avisa" que não voltará para o Twitter

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.