Leia também:
X 5 fatos que usuários de lentes de contato precisam saber

Veja o que uma médica de São Paulo tem a dizer sobre o SUS

Sistema Único de Saúde tem sido requisitado ao máximo na luta contra a Covid-19

Camille Dornelles - 14/05/2020 18h46

Médica Geisa Fernanda usa equipamentos de proteção Foto: Reprodução

O Sistema Único de Saúde nasceu junto com a Constituição Federal atual, em 1988. Ele foi implantado como forma de cumprir o estipulado na lei sobre o dever do Estado de garantir saúde a toda a população brasileira.

O bom funcionamento de um sistema como este deve suprir todos os cidadãos respeitando o direito à vida, à saúde, à dignidade, à proteção da maternidade e infância, que também são diretrizes da mesma Constituição.

Mas os problemas da realidade do SUS têm sido alvos de críticas há tempos e as atenções a ele se intensificaram na luta pelo tratamento de pessoas com Covid-19.

A médica Geisa Fernanda S. Caltran trabalha na cidade de São Paulo, a mais afetada pela pandemia, e conversou com o Pleno.News sobre a relevância de existir um sistema de saúde pública neste momento.

Neste momento de pandemia, o SUS está no foco das atenções dos brasileiros e muitos problemas passam a ser apontados. Mesmo assim, você acha importante ter um sistema de saúde pública?
Ter um sistema de saúde pública é essencial! O Brasil é abençoado por ter o SUS. Ele é o único acesso à saúde de maior parte dos brasileiros e estrangeiros que vivem aqui.

Ouvimos muitas denúncias e reclamações do mau funcionamento do SUS. Você acha que o sistema ainda é sustentável?
Apesar das dificuldades, o SUS funciona sim, é longe do ideal, mas funciona. Imaginemos se neste momento de pandemia, 75% da população estivesse desamparada, sem acesso a atendimento básico e, principalmente, sem leitos de UTI que custam por dia muito mais do que muitas famílias ganham por mês? O cenário seria parecido com o que vemos hoje nos Estados Unidos, onde muitas pessoas estão morrendo em casa sem procurar atendimento médico por não terem como arcar com as despesas.

Qual o principal problema que prejudica a saúde pública?
O SUS que nasceu no papel era o sistema perfeito, porém, principalmente por conta dos desvios de verbas, somos obrigados a trabalhar com o que temos em mãos, muitas vezes, nos virando com medicações que não são ideais, EPIs (equipamentos de proteção individual) que não são suficientes, falta de leitos e estruturas compatíveis com a demanda.

O papel do SUS não se baseia apenas nos atendimentos. O que você acha importante frisar sobre o sistema?
Para os que pensam que o SUS é só para os pobres, venho lembrar que algumas medicações que, muitas vezes, não são cobertas pelos planos de saúde, estão disponíveis nos postos, como para tratamento de tuberculose, HIV, Hepatites e etc. Lutemos por nosso SUS!

Leia também1 Leite materno pode ser usado em tratamento contra Covid
2 Mulher morre após cuspida de homem com coronavírus
3 Covid-19: Campeão olímpico recebe alta após 4 dias na UTI

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.