SUS oferecerá remédio que trata doença rara

Previsão é que medicamento seja ofertado em até 180 dias

Pleno.News - 04/01/2019 14h49

Remédio que deve ser ofertado é o dicloridato de sapropterina Foto: Pixabay

O Sistema Único de Saúde (SUS) passará a ofertar o medicamento dicloridato de sapropterina, utilizado no tratamento da fenilcetonúria, anunciou o Ministério da Saúde nesta quinta-feira (3).

A previsão é que o remédio seja oferecido em até 180 dias. Ele será voltado para mulheres que estejam em período pré-concepcional ou em período gestacional e que tenham feito teste com resultado positivo ao medicamento.

A fenilcetonúria é uma doença de origem genética. O portador nasce sem uma importante enzima (fenilalanina-hidroxilase), o que dificulta o trabalho do organismo na quebra adequada de moléculas de aminoácido presentes em proteínas animais e vegetais (fenilalanina-FAL).

– Para incorporar o medicamento ao SUS, foram realizadas discussões com profissionais da saúde e especialistas que compõem a Comissão Nacional de Incorporação de Novas Tecnologias ao SUS (Conitec). Além disso, também foram levadas em conta as observações e sugestões da população, sendo a maioria de pacientes e familiares dos portadores da doença – afirmou o ministério em comunicado.

LEIA TAMBÉM+ Cuidados: Como ter uma alimentação saudável em 2019
+ Conheça quais os temperos que podem substituir o sal
+ Bella Falconi fala da doença do marido e dá testemunho de fé


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo