CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X IML libera corpo de Adriano da Nóbrega para sepultamento

Grupo pode deixar quarentena antes do prazo estipulado

Informação foi dada pelo Ministério da Saúde nesta sexta-feira

Henrique Gimenes - 21/02/2020 17h29 | atualizado em 21/02/2020 17h58

Nesta sexta-feira (21), o ministro interino da Saúde, João Gabbardo dos Reis, informou que o grupo de brasileiros que está em quarentena na Base Aérea de Anápolis, Goiás, pode deixar o local antes do prazo estipulado. Ao retornarem ao Brasil, estava previsto que o grupo ficaria no local até o dia 27 deste mês, quando completariam 18 dias.

O anúncio foi feito durante uma entrevista coletiva em Brasília.

O grupo já passou por dois exames desde que voltou ao país, todos com resultados negativos para o coronavírus. Nesta sexta, eles farão uma nova coleta. Os resultados devem ficar prontos em até 72 horas e, caso sejam negativos, eles podem ser liberados.

De acordo com João Gabbardo dos Reis, a responsabilidade será do Ministério da Defesa, que pode transportar os brasileiros de volta às suas residências no Brasil por meio de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) ou em voos comerciais.

– A saída de Anápolis deverá feita pela Defesa, a partir dos próximos dias. Se o resultado der negativo, eles podem dar andamento ao processo de concluir o trabalho de levar as pessoas a sua residência. Não sabemos se sairão todos juntos ou em equipes, isso ficará com a Defesa – explicou.


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo