CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Revista fará auditoria em estudo sobre cloroquina

Witzel afasta Iabas da gestão de hospitais de campanha

Governo do estado vai assumir conclusão das obras dos locais voltados para atender pacientes da Covid-19

Paulo Moura - 03/06/2020 08h10

Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel Foto: Reprodução

Após uma série de atrasos na entrega dos hospitais de campanha do Rio de Janeiro, o governador Wilson Witzel, enfim, decretou o afastamento da Organização Social (OS) Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas), responsável pela construção e gestão dos sete hospitais de campanha do estado.

A decisão, segundo o governo do Estado, foi motivada justamente pelo atraso nas entregas. Durante a madrugada desta quarta-feira (3), viaturas da Polícia Militar chegaram a ser posicionadas para evitar a entrada de materiais nos hospitais.

O prazo de entrega dos hospitais de campanha era o dia 30 de abril, porém, mais de um mês após a data, apenas o hospital do Maracanã está funcionando. A Controladoria Geral do Estado (CGE-RJ) já informou que vai emitir uma resolução oficial suspendendo qualquer repasse ao Iabas.

Com o decreto, as unidades para o enfrentamento da Covid-19 serão controladas pela Fundação Estadual de Saúde, que será o ente responsável por assumir a conclusão das obras e a gestão de todas as unidades de saúde temporárias. A Fundação também deverá requisitar os bens e serviços necessários ao combate à pandemia do novo coronavírus.

Leia também1 RJ: Witzel estende medidas restritivas até sexta-feira
2 Witzel presta esclarecimentos sobre acusações na saúde
3 TCE-RJ rejeita contas de Witzel referentes ao ano passado
4 Crivella anuncia reabertura, veja como serão as fases
5 Confira o esboço do decreto de reabertura da economia do RJ

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo