Leia também:
X Anticorpo de alpaca combate variantes da Covid, diz pesquisa

Vacina: Ex-líderes pedem que Biden apoie quebra de patentes

O rompimento de propriedade industrial dos imunizantes anticovid impulsionaria a produção de doses

Thamirys Andrade - 15/04/2021 10h30 | atualizado em 15/04/2021 10h45

Joe Biden, presidente dos EUA Foto: EFE/EPA/KEVIN DIETSCH / POOL

Por meio de uma carta aberta, mais de 60 ex-líderes globais e mais de 100 vencedores do Prêmio Nobel pediram para que o presidente dos Estados Unidos Joe Biden apoie a quebra de patentes das vacinas contra o novo coronavírus.

Entre os que assinaram a carta está o ex-presidente brasileiro Fernando Henrique Cardoso, o ex-mandatário francês François Hollande, o ex-líder da União Soviética Mikhail Gorbatchev, o ex-chefe de estado argentino Maurício Macri, o ex-presidente colombiano Juan Manuel Santos, entre outros.

A quebra de propriedade industrial fomentaria a produção de vacinas anticovid, pois, assim, a fórmula dos agentes imunizantes seria compartilhada para que laboratórios de diferentes países pudessem fabricar suas próprias doses, sem o risco de serem processados.

O documento argumenta que grande parte das nações pobres terá que esperar até ao menos o ano de 2024 para conquistar a imunização em massa.

– Uma quebra de patentes na OMC é um passo vital e necessário para pôr um fim à pandemia. Deve ser combinada com garantias de que o conhecimento sobre a vacina e a tecnologia sejam compartilhadas abertamente – diz a carta aberta compartilhada nesta quarta-feira (14).

A medida foi proposta elos governos da Índia e da África do Sul na Organização Mundial de Comércio (OMC) e recebeu o apoio de quase 60 países. Contudo, países ricos e de renda média se posicionaram contrários à ideia, entre eles o Brasil.

Leia também1 Vacinados contra a Covid-19 no Brasil chegam a 24,9 milhões
2 Anticorpo de alpaca combate variantes da Covid, diz pesquisa
3 Fiocruz anuncia entrega de mais doses da vacina de Oxford
4 OMS cita Brasil como lugar que "perdeu o controle" da Covid
5 Chile é país com maior piora da saúde mental na América latina

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.