Leia também:
X EUA flexibilizam recomendações de viagens a 61 países

Vacina da Janssen chegará ao Brasil com validade curta

Lote com 3 milhões de doses precisará ser aplicado até 27 de junho

Thamirys Andrade - 09/06/2021 12h33 | atualizado em 09/06/2021 13h08

Ministério da Saúde planeja concluir aplicação das doses em cinco dias Foto: Reprodução

O lote com 3 milhões de vacinas anticovid da Janssen, farmacêutica da Johnson & Johnson, chegará a terras brasileiras com prazo de validade apertado. As aplicações do imunizante precisarão ser finalizadas até o dia 27 de junho, ou serão perdidas.

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga confirmou a informação durante seu depoimento à CPI da Covid nesta terça-feira (8).

– Entendemos que temos de fazer uma estratégia para aplicar essas 3 milhões de doses em um prazo muito rápido, para não correr o risco de vencer – declarou o ministro.

De acordo com ele, ainda não há uma data exata para a chegada das ampolas ao Brasil, e a confirmação depende do aval da agência reguladora dos Estados Unidos, FDA. A expectativa do governo, porém, é que a chegada ocorra na próxima semana, o que resultaria em cerca de 14 dias para realizar a aplicação.

– Naturalmente que, se tardar o posicionamento do FDA, essas 3 milhões de doses podem não ser mais úteis para nós, por conta da exiguidade de prazo – disse Queiroga.

Para contornar o problema, o Ministério da Saúde planeja enviar as vacinas apenas para as capitais do país, a fim de acelerar a entrega. Serão realizados “mutirões de vacinação” e “ampla campanha” para incentivar as pessoas a se imunizarem. A meta é que as aplicações sejam concluídas em até cinco dias. Vale lembrar que as vacinas da Janssen são aplicadas em dose única.

No contrato firmado com a Johnson & Johnson, o Ministério da Saúde acertou a compra de 38 milhões de doses, a serem distribuídas até dezembro deste ano.

Leia também1 Brasil passa dos 50 milhões de vacinados contra a Covid-19
2 EUA flexibilizam recomendações de viagens a 61 países
3 Araraquara cogita um novo lockdown para conter a Covid-19
4 China desenvolve nova vacina contra a Covid-19 por inalação
5 Covid: Brasil tem queda na taxa de transmissão, diz relatório

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.