CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X OMS: Vacina contra Covid-19 deve demorar 18 meses

Texas proíbe abortos em razão do surto do novo coronavírus

Medida acompanha estado americano de Ohio, que suspendeu procedimento para preservar itens de saúde

Paulo Moura - 27/03/2020 14h38

Estado do Texas suspendeu abortos em razão do surto de coronavírus Foto: Pixabay

O estado americano do Texas ordenou que todas as clínicas que realizem aborto parem de fornecer o procedimento. A suspensão foi determinada pelo escritório do procurador-geral do estado, Ken Paxton, como parte de uma ordem do governador Greg Abbott.

Segundo o escritório, a medida se estende a qualquer tipo de aborto que não seja clinicamente necessário para preservar a vida ou a saúde da mãe. O órgão determinou que qualquer violação à determinação enfrentará multas de até 1.000 dólares ou 180 dias de prisão.

A ordem tomada pelo governador Abbott foi emitida na noite do último domingo (22) e teve como objetivo “expandir a capacidade de leitos hospitalares à medida que o estado responde ao vírus Covid-19”. Na tarde de segunda-feira (23), o procurador Paxton então esclareceu a questão.

– Ninguém está isento da ordem executiva do governador em cirurgias e procedimentos médicos desnecessários, incluindo provedores de aborto – disse ele, em nota enviada para a emissora americana CBS.

Além do Texas, outro estado americano que suspendeu o procedimento foi Ohio. Segundo diretrizes estaduais, a medida foi tomada para preservar equipamentos de proteção individual e outros recursos médicos para aqueles que tratam o coronavírus.

Leia também1 Covid-19 causa cancelamento em massa de voos no mundo
2 Luisa Mell pede oração pelo marido: 'Não está melhorando'

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo