Leia também:
X Bolsonaro quer saber quem aprovou vacina para crianças

SP pede “liberação urgente” de doses para vacinar crianças

Governo paulista enviou um ofício ao Ministério da Saúde pedindo que imunizantes sejam liberados

Paulo Moura - 17/12/2021 10h02 | atualizado em 17/12/2021 10h48

Governo de SP pediu a liberação da vacina da Pfizer Foto: EFE/Christophe Petit Tesson

O governo de São Paulo enviou ao Ministério da Saúde um ofício pedindo a “liberação urgente” de doses da vacina da Pfizer, para aplicação em crianças de 5 a 11 anos no estado. A imunização dessa faixa de idade foi autorizada na quinta-feira (16) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Apesar da liberação, não há previsão de quando a imunização vai começar, pois a vacina para este público tem diferenças em relação a que foi aplicada nos adultos. Por conta disso, o governo federal terá que comprar uma versão específica do produto, com dosagens e frascos diferentes, apesar de o princípio ativo ser o mesmo.

A mesma autorização de uso já foi concedida nos Estados Unidos e na União Europeia (pelo FDA e pela EMA, agências reguladoras de saúde nesses países respectivamente), além de em Costa Rica, Colômbia, República Dominicana, Equador, El Salvador, Honduras, Panamá, Peru e Uruguai.

Entre as orientações da Anvisa sobre a liberação da imunização de crianças está o fato de que a dose para elas é de 1/3 da formulação já aprovada no Brasil. Além disso, a formulação pediátrica é diferente daquela anteriormente apresentada para o público com mais de 12 anos – portanto, não pode ser utilizada a formulação de adultos diluída.

Outros pontos destacados é de que a criança que completar 12 anos entre a primeira e a segunda dose deve manter a dose pediátrica e que não há estudos sobre a coadministração com outras vacinas. Segundo a Anvisa, até que saiam mais estudos, é indicado um intervalo de 15 dias entre a vacina da Covid-19 e outros imunizantes do calendário infantil.

Leia também1 Bolsonaro vai a posto médico pela terceira vez em 11 dias
2 Maurílio tem melhora e está com sinais vitais estáveis, diz médico
3 André Mendonça diz que critério evangélico é "forma de inclusão"
4 Passaporte da vacina: Nunes Marques interrompe julgamento
5 Ator José de Abreu desiste de ser candidato a deputado federal

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.